Adestramento de Cães de Guarda em Paranavai PR - Centro Canino WalkerDog

Título: Centro Canino WalkerDog - Adestramento de Cães de Guarda
Criado em 25/05/2017 - Publicado em - Atualizado em 23/09/2021
Centro Canino WalkerDog
Centro Canino WalkerDog

Centro Canino WalkerDog - Adestramento de Cães de Guarda em Paranavai PR


Adestramento de Cães centro canino walkerdog Está precisando adestrar seu cão para guarda e mora em Paranavai PR? Conheça o Centro Canino Walker Dog.

Com a crescente violência, o despreparo da segurança pública e privada, estamos cada vez mais desprotegidos.

Cães são auxilios indispensáveis na segurança, não temendo arma de fogo, não aceitando suborno e treinado são poderosos guardiões contra invasores. Veja como um cão pode proteger sua família

O WalkerDog Escola de Adestramento oferece aos seus clientes e amigos um moderno método de adestramento de cães.

Seu cão aprende um jeito positivo e alegre, com resultados impressionantes. Nós trabalhamos com qualquer raça ou idade e preparamos cães para variadas modalidades e situações.

Contamos com uma equipe altamente qualificada e um amplo espaço para melhor receber nossos hóspedes. O melhor time, para seu “melhor amigo”.

Dados para contato e localização do Centro Canino Walker Dog - Adestramento de Cães em Paranavai Parana

Adestramento de Cães de Guarda em Paranavai Parana
Cidade: Paranavai
Estado - País: Parana - BRA
Telefone: (51) 99761-3537 e (51) 99914-2232
Email : thabatanunes.adestramento@gmail.com
Url:

O que é adestramento canino?

Adestrar é treinar para que fique hábil para realizar determinado trabalho ou ação.

No adestramento canino, são ensinados "comandos" ao cão, que passa a responder a determinadas palavras ou gestos através de comportamentos e/ou movimentos específicos. Aos donos é ensinado como proceder na execução dos comandos para ser atendido prontamente pelo cão. Através desta melhora da comunicação entre humano e cão consegue-se um resultado surpreendente no relacionamento entre ambos, tornando a convivência tranquila, saudável e prazerosa.

No CCWD trabalhamos com adestramento de cães em Obediência, Proteção e Guarda, Recusa de Alimentos ou Anti-envenenamento e Resolução de Problemas Comportamentais.

Serviço de Adestramento Canino de Proteção e Guarda em Paranavai PR

ADESTRAMENTO DE CÃO DE GUARDA DE PERÍMETRO (PÁTIO):

O adestramento em guarda de perímetro consiste em condicionar o cão para guardar, alertar sobre possíveis ameaças e responder com ataque a invasões do perímetro.

O cão aprende a exercer o ataque (morder) de maneira correta e imobilizar o invasor.

Este pacote é para animais que já tenham concluído o adestramento básico e depende da capacidade do animal para a função.

Tempo médio de adestramento: 30 a 45 dias após a obediência básica.

ADESTRAMENTO DE CÃO DE GUARDA SOB COMANDO:

O adestramento em guarda sobcomando consiste em condicionar o cão para agir sob o comando do condutor, tornado-se defensor do condutor mediante ordem de cuidado, ataque, permissão para aproximação de estranhos e outras. Nesta modalidade de adestramento o cão aprende a potencializar sua mordida para imobilização do suspeito e também aprende a interromper o ataque quanto ordenado pelo condutor. O cão será condicionado para atacar somente sobcomando quando estiver junto com o condutor e o condutor será condicionado a exercer a autoridade necessária sobre o cão.

Este pacote é para animais que já tenham concluído o adestramento básico e depende da capacidade do animal para a função.

Tempo médio de adestramento: 30 a 45 dias após a obediência básica.

Serviço de Adestramento Canino Recusa de Alimentos em Paranavai PR

RECUSA DE ALIMENTO OU ANTI-ENVENENAMENTO:

O adestramento em recusa de alimentos consiste de condicionar o cão para receber alimentação somente em local especifico e por determinadas pessoas, evitando assim o envenenamento acidental ou criminoso do animal. O cão não comerá alimentos achados ou oferecidos por estranhos, desde que mantida sua rotina alimentar.

Tempo médio de adestramento: 15 a 20 dias

Vídeos de Adestramento de Cachoro de Guarda do Centro Canino Walker Dog

Vídeo demonstrando Cão de Guarda para Proteçao contra sequestro com refém

Vídeo demonstrando Cão de Guarda para Proteçao contra roubo de carro

Vídeo demonstrando Cão de Guarda para Proteçao de empresas

Acabar com pulgas em 3 passos

Curso Biscoitos Naturais para Cachorros

Dados de Paranavai - PR
Area em km2= 1202
Populacao = 81590
PIB Per Capta = R$ 12904

HISTORIA

Entre as mais jovens regiões do estado do Paraná a serem povoadas e colonizadas, como decorrência do ciclo do café, está a imensa zona situada a noroeste, nas bacias dos rios Ivaí e Paranapanema, nos limites do Paraná com o Mato Grosso do Sul.

Período pré-colonial e colonial

No início do século XVI, espanhóis e portugueses fizeram suas primeiras penetrações, quase ao mesmo tempo, desencadeando as primeiras lutas pela posse efetiva da terra. Assim, o descobrimento, o desbravamento e o povoamento das terras que constituem hoje o estado do Paraná foram obra de castelhanos, portugueses e bandeirantes paulistas que, a partir de 1602, começaram a fazer suas primeiras "entradas" no "Sertão guairenho", trilhados ou caminhos fluviais e as "picadas" íngremes do sertão. Data do início dessas penetrações a abertura dos primitivos caminhos através do sertão conhecido pelas denominações de caminho de Peabiru, caminho fluvial do Rio Cubatão, de Itupeva e do "Arraial" e de Sorocaba a Viamão, por onde transitaram, no século XVI, expedições das mais diversas.

A partir de 1554, já existiam nas bacias dos rios Paranapanema, Ivaí, Tibagi, Piquiri e Paraná as "reduções" jesuíticas e as cidades da República do Guairá.

De qualquer forma, durante quase quatro séculos, a zona setentrional do Paraná ficou esquecida e abandonada, sendo visitada apenas por viajantes, bandeirantes e exploradores europeus.

Primeiro núcleo populacional

A região onde hoje se encontra o município de Paranavaí pertenceu em épocas sucessivas do povoamento às comarcas de Tibagi, Londrina, Rolândia, Apucarana e Mandaguari. Até o ano de 1920, a zona era completamente desabitada, constituída de terras devolutas de propriedade do Estado. A partir desta data foi que iniciou o povoamento e colonização da região. O único meio de comunicação até então existente era uma estrada antiga que, partindo de Presidente Prudente, no estado de São Paulo, cruzava o rio Paranapanema, em sentido leste-oeste, atingindo a localidade, onde surgiu, mais tarde, o município de Paranavaí. O primeiro núcleo populacional surgiu na antiga "Fazenda Montoia", que se situava no mesmo local onde hoje se encontra a "Fazenda Experimental do Estado". Aí, em 1930, já existia um Cartório de Registro Civil, o que significa que Montoia, naquela época, já era Distrito judicial.

Fazenda Velha Brasileira

A partir de 1930, o povoamento deslocou-se rapidamente para a "Fazenda Velha Brasileira" (atual zona urbana de Paranavaí), em cujas terras virgens e férteis foi plantado nada menos que um milhão de pés de café. A inesgotável exuberância da terra da "Fazenda Velha Brasileira" atraiu, em curto lapso de tempo, pessoas de todos os quadrantes do país, que vieram, de uma ou outra forma, contribuir para o progresso e desenvolvimento da cidade nascente. A "Fazenda Velha Brasileira" - surgindo sob inspiração de Dr. Lindolfo Collor, um dos líderes da Revolução de 1930 e autor da legislação trabalhista brasileira - veio a pertencer-lhe. Posteriormente foi transferida à "Companhia Braviaco".

Colônia Paranavaí

Algum tempo mais tarde, por conta do "Decreto No. 800" de 8 de abril de 1931, assinado pelo General Mário Tourinho, então Interventor Federal do Paraná, as terras de Paranavaí voltaram ao domínio do Estado, sendo autorizado o seu loteamento. Data dessa época o início da decadência da povoação e da localidade. Devido à burocracia existente, verificou-se um verdadeiro êxodo na população, que abandonava o patrimônio para fixar-se noutra localidade. Somente a partir de 1944, reiniciou-se o loteamento sob orientação do Dr. Francisco de Almeida Faria, quando, então se acredita, a localidade recebeu a denominação de "Colônia Paranavaí", neologismo formado pela junção dos nomes dos rios Paraná e Ivaí.

Estrada boiadeira

Considerando que a colônia estava ligada unicamente ao Estado de São Paulo, o interventor Manoel Ribas resolveu determinar a abertura de um picadão que, partindo de Arapongas, ligasse Paranavaí ao resto do estado. Esse caminho foi novamente aberto e melhorado em 1939 pelo Capitão Telmo Ribeiro, e desde a sua abertura foi conhecida pela denominação de Estrada Boiadeira. Em virtude da Companhia Colonizadora haver retirado o apoio à localidade, caiu o desanimo sobre a população, ao ponto de desaparecer completamente e ser extinto o Distrito de Montoia. Assim, em 1944, a população de Montoia era inferior à existente em 1930.

Retomada do desenvolvimento

A partir de 1944, Paranavaí ressurgiu num surto de realizações e progresso sem interrupção, nem mesmo com as catastróficas geadas de 1953 e 1955. Para construir a primeira capela, foi derrubada a mata virgem. A primeira missa foi celebrada na casa de Waldomiro de Carvalho, nas proximidades da antiga estação Rodoviária. O fato ocorreu no dia 25 de dezembro de 1944, sendo celebrante o padre João Guerra.

Criação do município

O município foi criado com o desmembramento de Mandaguari, pela Lei Estadual No. 790 de 14 de dezembro de 1951, e solenemente instalado em 14 de dezembro de 1952, com a posse do seu primeiro prefeito municipal, o médico José Vaz de Carvalho, e instalação da primeira Câmara Municipal. Na época de sua autonomia, o município de Paranavaí era formado apenas por dois distritos: Catarinenses e Porto São José.

Comarca de Paranavaí

A administração de José Vaz de Carvalho imprimiu tal progresso no município que, já em 1953, pela Lei Estadual No. 1542, de 14 de dezembro, era elevado à categoria de Comarca, sendo instalada como Comarca de 2ª entrância em 1 de março de 1954, tendo como primeiro Juiz de Direito, Sinval Reis e primeiro Promotor Público, Carlos Alberto Manita. Em 2012 foi elevada para Comarca de Entrância Final, mais alto grau da estrutura judiciária Paranaense e conta com dois varas cíveis, 2 varas criminais, uma vara do juizado especial e uma vara de família e anexos, bem como com os cartórios de Registro de Imóveis, Protesto, Registro Civil e o Tabelionato Oscar Tomazoni, Tabelionato Carlos Gomes Roque e Tabelionato Itajana Barreto Costa.

Diploma de honra

Em 1956, no concurso promovido pela Associação Brasileira de Municípios, Paranavaí foi classificada, recebendo o "Diploma de Honra", como um dos cinco municípios de maior progresso e desenvolvimento em todo o Brasil sendo entregue pelo então presidente da república Juscelino Kubitschek.

Novos municípios

O vertiginoso progresso do município foi de tal maneira impressionante que pela "Lei No. 253", de 26 de novembro de 1954, Paranavaí foi desmembrada, saindo do seu território os seguintes municípios autônomos: Querência do Norte, Santa Cruz de Monte Castelo, Santa Isabel do Ivaí, Loanda, Nova Londrina, Terra Rica, Paraíso do Norte, Tamboara e São Carlos do Ivaí. Em 1956, foi criada a "Comarca de Loanda", constituída dos cinco primeiros municípios, enquanto os outros foram instalados após a realização das eleições a 3 de outubro de 1955.


ECONOMIA

A citricultura é uma das mais recentes alternativas agrícola da região. Apesar de nova, ela veio com muita força e transformou Paranavaí no maior produtor de laranjas do Paraná. A safra 2002/2003 produziu 6 milhões de caixas de laranja (estimativa baseada na quantidade vendida para as duas indústrias instaladas no município). A multinacional Louis Dreyfus Commodities e a Citri - Indústria, Comércio e Exportação LTDA - são as responsáveis pela transformação da laranja. Praticamente todo o suco produzido nas indústrias é exportado. Dois outros subprodutos da laranja, - óleo essencial e o D'limoneno - também são exportados. No mercado interno, o suco abastece as indústrias de refrigerantes. Além disto, a laranja in natura é comercializada nos estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul.

A região de Paranavaí também produz mandioca, algodão, café, bicho-da-seda, pecuária, abacaxi e soja. Dessas, a produção de mandioca é a mais significativa. É a segunda maior do estado e ocupa 30 mil hectares. A produtividade da região é duas vezes superior que a média nacional. Na região se colhe, em média, 30 ton. por hectare. A média brasileira é de 13 toneladas por Hectare. Boa parte da produção é processada em indústrias da cidade como a multinacional General Mills do Brasil e outras fecularias.

O café ocupa 14 mil hectares de lavouras. Este número aumenta a cada dia com a implantação do sistema de café adensado, que está trazendo de volta a cafeicultura para o Noroeste do estado.

O bicho da seda é uma cultura que gera muitos empregos. São duas mil toneladas de casulos de bicho da seda produzidos na região, comercializados nas indústrias de fiação de seda.

A principal atividade da região é a pecuária de corte. As pastagens ocupam 75% da área da região. O rebanho é de aproximadamente 1 milhão e 100 mil cabeças e a raça predominante é a nelore.

Na região, também é forte a criação de búfalos. É o segundo maior rebanho de bubalinos do Paraná.

Para atender um segmento deste, Paranavaí conta com dois grandes frigoríficos com capacidade de abate de 1400 bois por dia. São aproximadamente 450 toneladas de carne por dia, que abastecem os estados do Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. Juntos, os frigoríficos geram mais de 650 empregos diretos e estão prontos para colocar seus produtos no Mercado Comum Europeu.

Paranavaí conta com uma estrutura de pesquisas e difusão de tecnologia. O Iapar - Instituto Paranaense de Assistência Rural e a Estação Experimental de Cana-de-Açúcar da Universidade Federal do Paraná representam um avanço tecnológico para a agricultura da região.

Algumas informacões sobre a economia e população da cidade. A cidade de Paranavai localizada no estado de Parana tem uma área de 1202.3 de quilometros quadrados. A população total de Paranavai é de 81590 pessoas, sendo 39282 homens e 42308 mulheres. A população na área urbana de Paranavai PR é de 77728pessoas, já a população da árae rual é de 3862 pessoas. A Densidade demográfica de Paranavai PR é de 67.86. A densidade demegráfica é a medida expressada pela relação entre a população e a superfície do território, geralmente aplicada a seres humanos, mas também em outros seres vivos (comumente, animais). É geralmente expressada em habitantes por quilômetro quadrado. Veja mais no link a seguir Densidade Demográfica Wikipedia. Outra informação que temos sobre a população de Paranavai PR é que 21.24% tem entre 0 e 14 anos de idade; 69.34% tem entre 15 e 64 anos de idade; e 9.43% tem acima de 64 anos de idade. Conforme os dados, a maior população da cidade de Paranavai localizada no estado de Parana são as pessoas de 15 a 64 anos de idade, ou seja, existem mais adultos no município. Em termos de ecnomia isso é bom pois tem mais pessoas trabalhando e gerando riqueza para o país. Algumas informacões sobre a economia e população da cidade. A cidade de Paranavai localizada no estado de Parana tem uma área de 1202.3 de quilometros quadrados. A população total de Paranavai é de 81590 pessoas, sendo 39282 homens e 42308 mulheres. A população na área urbana de Paranavai PR é de 77728pessoas, já a população da árae rual é de 3862 pessoas. A Densidade demográfica de Paranavai PR é de 67.86. A densidade demegráfica é a medida expressada pela relação entre a população e a superfície do território, geralmente aplicada a seres humanos, mas também em outros seres vivos (comumente, animais). É geralmente expressada em habitantes por quilômetro quadrado. Veja mais no link a seguir Densidade Demográfica Wikipedia. Outra informação que temos sobre a população de Paranavai PR é que 21.24% tem entre 0 e 14 anos de idade; 69.34% tem entre 15 e 64 anos de idade; e 9.43% tem acima de 64 anos de idade. Conforme os dados, a maior população da cidade de Paranavai localizada no estado de Parana são as pessoas de 15 a 64 anos de idade, ou seja, existem mais adultos no município. Em termos de ecnomia isso é bom pois tem mais pessoas trabalhando e gerando riqueza para o país.
TURISMO

Paranavaí conta com um dos mais modernos teatros do Paraná. O Teatro Municipal Dr. Altino Afonso Costa, que foi inaugurado na noite de primeiro de abril de 2003 com o espetáculo O Segundo Sopro, do Balé Teatro Guaíra. O Teatro está no Centro Cultural Rodrigo Ayres, possui 357 lugares, palco em estilo italiano, três camarins e ar condicionado central. A obra tem ainda um elevador para pessoas deficientes e um moderno sistema de som.

O Festival de Música, Poesia e Contos de Paranavaí (Femup) é um dos únicos do gênero no Brasil e é realizado há mais de 45 anos. E ainda o Projeto Ler para Crescer, que é uma feira onde são expostos vários livros e trabalhos para todo tipo de idade. A pouco tempo atrás foi lançado um livro sobre a cidade, intitulado "Paranavaí, Sua Marca... Sua História... Sua Gente" e escrito pela professora Fátima Ferreira Louro Pinto.

Além do Teatro Municipal, Paranavaí ainda conta com uma Casa de Cultura, com um pequeno teatro para apresentações e eventos menores.

Cinema: Paranavaí conta com duas salas de cinema, sendo uma digital e a outra com tecnologia 3D. O Cine Aston está localizado no Shopping Cidade Paranavaí.


Adestramento De Caes De Guarda Em Paranapoema Pr

Conheça o Venda de Filhotes de Cães de Guarda em Paranavai PR