Curso de Adestramento de Cães em Campos Novos

 

 

Você você mora em Campos Novos Santa Catarina
Aproveite Esta GRANDE OPORTUNIDADE para entrar no mercado de Adestramento de Cães

 

 

ATENÇÃO Veja no vídeo abaixo como um livro de apenas R$ 2,50 mudou minha vida profissional e pode MUDAR A SUA TAMBÉM

 

 

O Curso Adestramento A Jóia do Infinito é o único do mercado COM ...
* ANIMAÇÕES 3D * Presença de Aluno real * Didática de atendimento ao cliente * Simulação de adestrador atendendo cliente * Situações reais com cães desmotivados

 

Walkerdog

 

Curso Adestramento A Joia do Infinito RETORNO RÁPIDO!

Como Adestrador Formado no Curso Online do Centro Canino WalkerDog

você pode cobrar R$ 80,00 por hora de adestramento,

se fizer 4 horas por final de semana você


fatura em um único mês R$ 1280,00



 

comprar curso agora

 

compra segura hotmart

Compra 100% segura! Receba imediatamente seu acesso após a confirmação do pagamento.


hotmart

 

Veja Como Funciona o Curso

No Curso de Adestramento de Cães A Jóia do Infinito, oferecido pelo Centro Canino WalkerDog, você aprenderá as principais técnicas de Adestramento, aliando teoria e prática. O Curso é 100% online gravado em alta resolução com Animações 3D e participação de aluno real nas aulas práticas.

Aprenda também sobre o bem-estar animal, alimentação correta, psicologia e comportamento canino, interpretação da linguagem corporal dos cães, e mais:

Como evitar que o cão coma ou destrua objetos em casa;

Saiba como ensiná-lo a fazer as necessidades no local correto;

Aprenda técnicas e truques de adestramento, do básico ao avançado;

Conheça como é o treinamento de um cão de trabalho.

POR DENTRO DO CURSO

6 Módulos, mais de 20 Videoaulas com método exclusivo, animação 3D e aluno real.

CURSO 100% ONLINE

Você vai assistir no conforto da sua casa, a hora que você quiser, podendo ver e rever as aulas

AULAS REAIS

Aulas práticas gravadas com aluno real.

SUPORTE E ACOMPANHAMENTO

Você vai ter o suporte individual diretamente com o Adestrador Alex para tirar suas dúvidas através do grupo do Facebook.

CERTIFICADO DE CONCLUSÃO

Após assistir todas as aulas do curso, você receberá um lindo certificado provando a conclusão do curso, mostrando que você está preparado para trabalhar como adestrador de cães.

hotmart

 

Veja o que os alunos estão falando sobre o Curso

grade curricular

 

Conheça a GRADE CURRICULAR do curso

MÓDULO 01 APRESENTAÇÃO

  • Boas vidas e apresentação do curso de Adestramento A Jóia do Infinito

MÓDULO 02 CONHECENDO A HISTÓRIA E O COMPORTAMENTO CANINO

  • A história do relacionamento entre cães e humanos no Brasil.
  • Comportamento Canino

MÓDULO 03 ESTUDANDO OS CONCEITOS CIENTÍFICOS, E METODOLOGIAS

  • Conceitos
  • Reforço Positivo, Reforço Negativo e Punição

MÓDULO 04 DIDÁTICA PARA COM O CLIENTE E TÉCNICAS DE ADESTRAMENTO

  • Visita ao cliente, como agir
  • Entendendo o contexto para mudar o comportamento do cão
  • Carregamento do clicker

MÓDULO 05 INICIO DAS AULAS PRÁTICAS, CONCEITOS PARA EXTRAÇÃO DE COMANDOS

  • Carregar o clicker na prática
  • Como criar um aprendizado sem falhas
  • Como criar um aprendizado sem falhas, vídeo
  • Generalizando os comandos com indução (usando petisco perto do nariz como moeda de troca)
  • Carregamento da base, significado
  • Generalizando comandos troca de posições, senta, deita, de pé com contato (toque)
  • Generalizando cão inseguro
  • Descriminando comandos (descriminar é colocar comandos verbais)
  • Descriminando comandos Parte 2
  • Descriminando comandos Parte 3

MÓDULO 06 AULAS BÔNUS

  • Todo mês uma aula nova e exclusiva para os alunos

Walkerdog

 

Conheça o Adestrador Alexsandro Epping

 

Curso para Adestradores de Cães centro canino walkerdog Olá meu nome é Alexsandro Epping, sou proprietário do Centro Canino WalkerDog. Venho convidar você que assim como eu quer trabalhar com o que ama, TRABALHAR ADESTRANDO CÃES!

Sou Formado em comunicação e Marketing, atualmente curso História na Unicesumar e Gestão de Empresa na Anhanguera

Realizou os seguintes cursos:

  • Treinamento tático com cães. Local Quinto batalhão de suprimento Curitiba com Sub tenente Marcos Goes
  • Treinamento de busca e resgate com cães, faro de entorpecente, busca e captura. Local: Marau RS. Instrutores: sargento do POE Antonio Rodrigues, RS, instrutores da K9 do Uruguai, EUA e Colombia

  • Em 10 anos o instrutor Alex buscou mais de 30 cursos e seminários no Brasil e no exterior, sendo cursos e semanários no valor de R$ 2.000 a R$ 5.000,00. Como orientador na formação de adestradores de cães de guarda também se especializou na área da segurança em cursos homologados pela Polícia Federal e ainda buscou qualificação didática de e ensino superior como instrutor na formação de alunos em seguimentos como adestradores.

    Totalizando mais de R$50.000,00 investidos em conhecimento.

    E mais dezenas de cursos no qual já ganhou mérito de destaque como melhor aluno em turma de 21 alunos.

    Dados de atuação:
    O adestrador Alexsandro Epping é responsável pela formação de adestradores na WalkerDog, adestrador responsável pelo treinamento de cães condenados a eutanásia por vigilância sanitária de diversos municípios, adestrador do cães em treinamento da WalkerDog, palestrante sobre comportamento canino em várias empresas escolas técnicas e faculdades.

    Responsável pelo hotel/ creche da WalkerDog.
    Sua equipe são ex alunos de cursos da WalkerDog

     

    LEMBRA DA HISTÓRIA DO LIVRO?

    Aconteceu em 2010 ....

    Veja Como Está Nossa Estrutura HOJE!

    P.S.: não estou vendendo uma SOLUÇÃO MÁGICA, mas o conhecimento deste curso, aliado é muito trabalho e dedicação, pode se transformar em UMA JÓIA DO INFINITO

     

    Walkerdog

     

    HOJE VOCÊ TERÁ A OPORTUNIDADE ÚNICA DE ADQUIRIR O CURSO COMPLETO POR APENAS

     

    de R$ 697,00 valor normal

     

    12 x de R$ 48,42

     

    Menos de R$2,00 por dia.

     

    São MAIS DE R$ 50.000,00 investidos em conhecimento pelo adestrador Alex

    TUDO ISSO entregue no curso para você por um preço acessível

     

    comprar curso agora

     

    garantia 7 dias

     

    O RISCO é TODO MEU, Até 7 DIAS depois do pagamento, você pode cancelar por qualquer motivo, e devolvemos todo o valor pago.

    ONDE EU RECEBO O CURSO?

    Logo após a confirmação da sua compra, você irá receber no seu E-mail os dados de acesso ao curso online.

    FICOU COM ALGUMA DÚVIDA EM RELAÇÃO AO CURSO ONLINE?

    Chame nos nossos WHATSAPP (51) 9 97613537 (vivo) | (51) 9 91519690 (claro)


    Título: Curso de Adestramento de Cães em Campos Novos Santa Catarina
    Criado em 28/05/2020 - Publicado em - Atualizado em 28/05/2020
    Centro Canino WalkerDog
    Centro Canino WalkerDog

    Conheça o Curso Banho e Tosa em Campos Novos SC

    Dados de Campos Novos - SC
    Area em km2= 1719
    Populacao = 32824
    PIB Per Capta = R$ 0

    HISTORIA
    Origens[editar | editar código-fonte] Equipamentos para animais de montaria e de tração usados pelos colonizadores, em exposição no Museu Histórico e Arqueológico Sebastião Paz de Almeida. A história de Campos Novos, da mesma forma que a de qualquer município constituinte do grande Oeste Catarinense, começou quando os portugueses e espanhóis tentaram colonizar a Região Sul do Brasil. Desse modo, é lógico afirmar que, numa época anterior ao aparecimento, em 1650, das povoações de São Francisco, Desterro e Laguna (trabalho dos paulistas vicentinos que foram lançados ao mar em busca de novas peripécias),[10] já o Oeste Catarinense se aproximava dos espanhóis os quais, seguidos dos jesuítas, passavam pela região que existia do rio Iguaçu até o rio Uruguai.[11] Depois, em 1663, o bandeirante Antônio Raposo Tavares caminhou por estas paradas e, como se aliou aos índios Coroados, começou a perseguir fortemente os aldeamentos de silvícolas, que resultaram da obra de empreendimento catequético daqueles sacerdotes. Até 1770, entretanto, ano no qual abandonaram a viagem ao sul, já que eles se interessaram pelo ouro das capitanias de Goiás e de Mato Grosso — os paulistas nunca tentaram por estas terras, ao menos, povoar a região.[1][12] De algum modo a crônica histórica deste município passa a ser delineada com a expedição liderada pelo major Atanagildo Martins que, conduzida pelo índio Jongong, em 1814, objetivava contatar com as Missões. No desvio da rota tracejada, como o medo dos índios Guaranis foi provocado em seu guia, essa expedição chegou aos campos de Vacaria, depois de, sem dúvida, ter percorrido os campos em que atualmente é encontrado este município. Não é duvidoso, no entanto, que certos proprietários de fazenda, que vieram de Lages, por ali já se instalaram por definitivo no ano de 1839.[1] João Gonçalves de Araújo, proprietário rural, em Curitibanos, descobriu Campos Novos. Como a fumaça das queimadas causadas pelos índios o atraiu, uma expedição foi organizada pelo fazendeiro que dirigiu-se para a Serra do Espinilho. Desse modo, foram estabelecidos na terra os povoadores iniciais, logo ajudados no trabalho do povoamento pelos gaúchos que fugiram da Revolução Farroupilha. Entre estes, os nomes de Chico Ferro, Chivida e Miguel dos Anjos tiveram ligação aos trabalhos iniciais de que originaram este município. Em 1848, o reaparecimento dos paulistas fez com que os campos de São Jorge fossem ocupados por estes brasileiros que vieram até estas paradas. Ou melhor, perto dos forasteiros que vieram de Curitiba, Palmas, Lages, Guarapuava e dos campos do Rio Grande do Sul, consistiram-se em elemento importante entre os quais colaboraram muito mais para que a comunidade fosse estruturada.[1] Não se iniciou o povoamento no próprio local onde é hoje encontrada, próspera, a cidade de Campos Novos. Anteriormente, o povoamento, propriamente dito, foi processado em local longe de um quilômetro da cidade, na beira de um regato. A primeira casa no interior do perímetro desta próspera cidade foi construída por Salvador Vieira que se afastou do local que estava se formando. Certo momento depois, em que já se delineou a povoação, a igreja matriz de São João Batista foi construída por Domingos Matos Cordeiro.[1] Formação administrativa[editar | editar código-fonte] Atual prédio da prefeitura, que foi inaugurado em 1975. Pela Lei provincial nº 377, de 16 de junho de 1854, o distrito de Campos Novos, já que existia há certos anos, se desmembrou da Vila de Nossa Senhora dos Prazeres para, então, formar uma freguesia à parte. Suas primeiras autoridades foram João Fernandes da Caripuna, natural de Pernambuco, e Domiciano de Azevedo. Em 1869, de acordo com a Lei nº 625, de 11 de junho, Campos Novos passou a formar, com Palmas e Curitibanos, um distrito do município de Curitibanos, fundado recentemente na época. Depois, pela Lei nº 923, de 30 de março de 1881, o distrito de Campos Novos se elevou à categoria de município denominado de São João dos Campos Novos; no mesmo momento, a freguesia de São João Batista de Campos Novos passou a se considerar vila. Seu primeiro Intendente foi o Coronel Manoel Ferreira da Silva Farrapo.[1] Até o ano de 1933, Campos Novos era limitado por Lages, Curitibanos, Cruzeiro do Sul (hoje Joaçaba), Porto União e o estado vizinho do Rio Grande do Sul. Teve uma superfície, portanto, de mais de 15 mil km². Em 25 de março de 1934, pelo Decreto nº 408, os distritos campos-novenses de Rio das Antas e Caçador foram perdidos; em 1943, o desmembramento atingiu mais uma vez o seu território, já que dele foram apartados os distritos de Herval, Rio Uruguai, Rio Bonito e Perdizes. Ao invés disso, viu integrados ao seu território os distritos de Ypira e Ouro para, de novo, em 1949, serem perdidos os de Piratuba e Ypira, além de parte dos de Tupitinga, Capinzal e Ouro. Em 1997, uma parte da extensão territorial de Campos Novos foi perdida quando o município de Zortéa foi criado.[2] Hoje são sete distritos restantes, além da Sede, sendo eles: Bela Vista, Dal'Pai, Espinilho, Encruzilhada, Guarani, Ibicuí e Leão.[13][14] Após a emancipação[editar | editar código-fonte] Armas de fogo utilizadas na Guerra do Contestado, em exposição no Museu Histórico e Arqueológico Sebastião Paz de Almeida. Em 1893, depois que os revolucionários, sob a liderança do Coronel Demétrio Ramos, incursionaram, as consequências trazidas por uma guerra civil foram sofridas de novo pelo território do município. A vila foi assaltada na madrugada de 19 de maio daquele ano. Surpreendidos, os que defendiam a praça, aliando-se dentre moradores do lugar, recolheram-se com suas famílias na residência do Coronel Henrique Rupp, que, por ser feita de material de construção de excelente qualidade era um imóvel residencial pelo qual foi oferecida satisfatória defesa aos invasores. Ordenada a resistência, foi de competência do Tenente-Coronel Atanázio de Matos, seguidos de seis soldados, a missão de tomar de volta a Intendência, obtendo dali, com coragem, a expulsão dos revolucionários. Foi travado, depois de segunda luta, desta vez para que fossem expulsos os que assaltaram a trincheira em que se localizavam. Derrotaram-se de novo estes, margeando uma fuga desalinhada e a dispersão das forças de ataque. Defendendo a cidade de Campos Novos, morreram cinco bravos defensores que tombaram no dever cumprido.[15] Praça Lauro Müller, em 2011. Igreja Matriz de São João Batista, em 2016. No começo do século XX a cidade passa por um período de desenvolvimento, com a chegada de imigrantes atraídos pela busca por melhores condições de vida no Brasil. Vieram principalmente alemães e italianos que ajudaram, inicialmente, na agricultura e na construção da Estrada de Ferro São Paulo-Rio Grande e, após algum tempo, após a década de 1920, na construção de pequenas indústrias.[1] Também vieram poloneses, russos e libaneses, além de um grande número de descendentes de alemães e italianos, principalmente gaúchos, que chegaram após o término da Guerra do Contestado.[1] Dado o desenvolvimento demográfico da cidade, houve a necessidade de investimentos em infraestrutura. Conforme citado anteriormente, no começo do século XX ocorreu a chegada da ferrovia e de pequenas indústrias. Em 1922 foi criada a primeira clínica médica, que funcionava na casa de Dr. Jose Athanásio, onde hoje funciona o Hospital Dr. José Athanásio. Em 29 de março de 1954, ocorreu a fundação do Colégio Auxiliadora e em 1957 foi fundada a Rádio Cultura de Campos Novos. A agricultura fortaleceu-se com a criação da Copercampos, em 8 de novembro de 1970, que deu início ao cooperativismo, sendo que hoje a cidade é um grande produtor de grãos, principalmente milho, soja, feijão, trigo e cevada, e destaque ainda na pecuária, com a produção de leite.[1]
    ECONOMIA
    Algumas informacões sobre a economia e população da cidade. A cidade de Campos Novos localizada no estado de Santa Catarina tem uma área de 1719.2 de quilometros quadrados. A população total de Campos Novos é de 32824 pessoas, sendo 16257 homens e 16567 mulheres. A população na área urbana de Campos Novos SC é de 27064pessoas, já a população da árae rual é de 5760 pessoas. A Densidade demográfica de Campos Novos SC é de 19.09. A densidade demegráfica é a medida expressada pela relação entre a população e a superfície do território, geralmente aplicada a seres humanos, mas também em outros seres vivos (comumente, animais). É geralmente expressada em habitantes por quilômetro quadrado. Veja mais no link a seguir Densidade Demográfica Wikipedia. Outra informação que temos sobre a população de Campos Novos SC é que 24.22% tem entre 0 e 14 anos de idade; 68.36% tem entre 15 e 64 anos de idade; e 7.42% tem acima de 64 anos de idade. Conforme os dados, a maior população da cidade de Campos Novos localizada no estado de Santa Catarina são as pessoas de 15 a 64 anos de idade, ou seja, existem mais adultos no município. Em termos de ecnomia isso é bom pois tem mais pessoas trabalhando e gerando riqueza para o país. O Produto Interno Bruto (PIB) de Campos Novos é o maior da Microrregião de Curitibanos e o 464º de todo o país.[61] De acordo com dados do IBGE, relativos a 2011, o PIB do município era de R$ 910 300 mil. 102 147 mil eram de impostos sobre produtos líquidos de subsídios a preços correntes e o PIB per capita era de R$ 27 523,96.[61] De acordo com o IBGE, a cidade possuía, no ano de 2010, 1 153 unidades locais e 1 106 empresas e estabelecimentos comerciais atuantes. 7 477 trabalhadores eram classificados como pessoal ocupado total e 6 452 categorizavam-se em pessoal ocupado assalariado. Salários juntamente com outras remunerações somavam 105 427 mil, reais e o salário médio mensal de todo município era de 2,4 salários mínimos.[62] A agricultura sempre foi uma das principais fontes de renda na cidade, sendo que o comércio e a indústria começaram a ganhar força a partir da década de 1930. O fácil acesso por meio de rodovias aos principais portos do litoral do estado e a várias cidades do Brasil e ainda de outros países do Mercosul facilitam o escoamento da produção agrícola.[1] Setor primário Produção de milho, soja e trigo (2010)[63] Produto Área colhida (hectares) Produção (tonelada) Milho 18 000 140 400 Soja 40 000 132 000 Trigo 11 000 30 800 A agricultura é o setor menos relevante da economia de Campos Novos. De todo o PIB da cidade 195 019 mil reais é o valor adicionado bruto da agropecuária.[61] Segundo o IBGE em 2010, o município contava com cerca de 53 457 bovinos, 1 721 equinos, 180 bubalinos, 145 290 suínos, 1 123 caprinos e 9 700 ovinos. Havia 1 979 033 aves, dentre estas 1 978 619 eram galos, frangas, frangos e pintinhos e 414 mil galinhas, sendo que foram produzidas 7 215 mil dúzias de ovos de galinha. 5 860 vacas foram ordenhadas, das quais foram produzidos 21 085 mil litros de leite. 4 mil ovinos foram tosquiados, produzindo um total de 9 500 quilos de lã. Também foram produzidos 31 mil quilos de mel de abelha.[64] Avicultura em Campos Novos. Na lavoura temporária são produzidos principalmente o milho (140 400 toneladas produzidas e 18 mil hectares cultivados), a soja (132 mil toneladas produzidas e 40 mil hectares plantados) e o trigo (30 800 toneladas rendidas e 11 mil hectares cultivados).[63] Já na lavoura permanente destacam-se a erva-mate (240 toneladas produzidas e 60 hectares colhidos), a laranja (200 toneladas produzidas e 20 hectares colhidos) e a uva (108 toneladas produzidas e 27 hectares colhidos).[65] A cidade é considerada como o "celeiro catarinense", sendo um dos principais produtores de milho, soja, feijão, trigo e cevada do estado. A agricultura, juntamente com o comércio é a principal fonte de renda da economia municipal. Várias cooperativas agrícolas estão presentes na cidade, tais como a Copercampos, criada em 8 de novembro de 1970, a Cooperativa Camponovense (Coocam), fundada em 1993, e a Apicampos, que auxilia o ramo da apicultura, que também é destaque em Campos Novos. Outra razão para o desenvolvimento da agricultura em Campos Novos é o surgimento dessas cooperativas, a partir da década de 70, que passaram a dar apoio aos agricultores e pecuaristas.[1] Sede da Coopercampos. Setor secundário A indústria, em 2011, era o segundo setor mais relevante para a economia do município. 198 024 mil reais do PIB municipal eram do valor adicionado bruto da indústria (setor secundário).[61] O setor industrial começou a se desenvolver no decorrer das décadas de 1930 e 1940, que passaram por um grande impulso com a vinda de descendentes ítalo-germânicos. Hoje a cidade busca um perfil econômico na busca pela industrialização do grande volume de matéria prima produzido em seu território, destacando-se nas áreas da metalurgia, beneficiamento de madeireira, confecções e papel.[1] O município conta com uma área reservada para a construção e investimentos em indústria, localizada às margens da BR-470, contando com 12 lotes de até 5 mil m². Na EXPOCAMPOS, realizado no mês de maio de dois em dois anos, são expostos alguns dos principais trabalhos realizados nas áreas da indústria, comércio, agroindústria e artesanato.[66] Agência da Caixa Econômica. Setor terciário A prestação de serviços rende 415 110 mil reais ao PIB municipal, sendo que atualmente é a maior fonte geradora do PIB campos-novense.[61] O comércio na cidade começou a desenvolver-se e apresentar-se mais representativo na economia municipal no decorrer da primeira metade do século XX, pelo fortalecimento da vinda de descendentes ítalo-germânicos, assim como ocorreu com o setor industrial.[1] Atualmente é considerado como o principal centro comercial da Associação dos Municípios do Planalto Sul de Santa Catarina (AMPLASC), órgão que auxilia o setor comercial do município e sua região. Outras entidades também contribuíram para o desenvolvimento comercial, devido ao apoio dado a pequenas e médias lojas, como a Câmara de Dirigentes Lojistas da cidade (CDL) e a Associação Comercial e Industrial de Campos Novos (ACIRCAN). Segundo estatísticas da Secretaria de Indústria e Comércio, entidade subordinada à prefeitura que colabora na coordenação das áreas comercial e industrial, os setores secundário e terciário somavam cerca de 700 mil estabelecimentos em Campos Novos.[1]
    TURISMO
    1 Etimologia 2 História 2.1 Origens 2.2 Formação administrativa 2.3 Após a emancipação 3 Geografia 3.1 Geomorfologia e hidrografia 3.2 Clima 3.3 Ecologia e meio ambiente 4 Demografia 4.1 Pobreza e desigualdade 4.2 Religião 4.2.1 Igreja Católica Apostólica Romana 4.2.2 Igrejas protestantes 4.3 Etnias 5 Política e administração 6 Subdivisões 7 Economia 8 Estrutura urbana 8.1 Saúde 8.2 Educação 8.3 Segurança pública e criminalidade 8.4 Habitação, serviços e comunicação 8.5 Transportes 9 Cultura 9.1 Artes cênicas e eventos 9.2 Atrativos 9.3 Esportes 9.4 Feriados 10 Ver também 11 Referências 12 Ligações externas

    Curso De Adestramento De Caes Campos Lindos To

    Sobre Cursos EAD

    O Ensino a Distância (conhecido também como EAD) é uma nova alternativa de ensino que as pessoas têm encontrado para adquirir seu diploma - com horários e turnos de estudo flexíveis - e desta forma conquistar um bom emprego ou subir de cargo dentro de uma organização. O que levou à ascensão desta modalidade de Ensino foi a evolução tecnológica.

    A relação entre aluno e professor ocorre com a ajuda de ferramentas online, que são disponibilizadas no portal da Instituição de EAD escolhida.

    Com o EAD os caminhos entre o aluno e o diploma foram reduzidos, facilitando a vida daqueles que almejam o crescimento profissional, ou mesmo o reposicionamento na carreira.

    O EAD funciona de uma forma prática e simples. Para o ingresso em um curso EAD, o aluno precisa de um computador com acesso à internet e conhecimentos básicos de informática. Ao garantir esta primeira parte, o restante é mais simples ainda. Após a escolha do curso, da instituição e da aprovação no processo seletivo, faz-se o acesso ao site. Pronto, surge um ambiente inovador e dinâmico, onde serão disponibilizadas inúmeras ferramentas, como áreas com conteúdos de aulas, exercícios e trabalhos.

    O Ensino a Distância é a oportunidade para o crescimento pessoal e profissional com valor bem mais acessível que o de cursos privados presenciais, porém com o mesmo rigor de ensino e com diversas instituições a distância credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC).

    Além do mais, o governo tem investido no crescimento do EAD nas Universidades Públicas, o que acaba sendo um maior incentivo de profissionalização e especialização para aquelas pessoas que não podem pagar por este serviço.

    No EAD encontra-se uma variedade de cursos e instituições, que oferecem qualificação desde níveis técnicos até graduações e pós-graduações. Isto amplia muito mais o campo de atuação e leva oportunidade de aprendizado a pessoas em locais que não têm a possibilidade de cursar o ensino presencial.

    O EAD é visto como o elemento de união de pessoas que se encontram em locais distintos, mas que podem se relacionar em tempo real. A vontade de aprender e crescer profissionalmente depende de cada pessoa, mas o que não se pode negar é que hoje em dia existem muitas alternativas para o ingresso em uma instituição e realização de um curso que possibilite a obtenção e conquista de novos caminhos. O EAD veio para acabar com as barreiras existentes no desenvolvimento educacional profissionalizante no Brasil.