Curso de Adestramento de Cães em Erechim

 

 

Você você mora em Erechim Rio Grande do Sul
Aproveite Esta GRANDE OPORTUNIDADE para entrar no mercado de Adestramento de Cães

 

 

ATENÇÃO Veja no vídeo abaixo como um livro de apenas R$ 2,50 mudou minha vida profissional e pode MUDAR A SUA TAMBÉM

 

 

O Curso Adestramento A Jóia do Infinito é o único do mercado COM ...
* ANIMAÇÕES 3D * Presença de Aluno real * Didática de atendimento ao cliente * Simulação de adestrador atendendo cliente * Situações reais com cães desmotivados

 

Walkerdog

 

Curso Adestramento A Joia do Infinito RETORNO RÁPIDO!

Como Adestrador Formado no Curso Online do Centro Canino WalkerDog

você pode cobrar R$ 80,00 por hora de adestramento,

se fizer 4 horas por final de semana você


fatura em um único mês R$ 1280,00



 

comprar curso agora

compra segura hotmart

Compra 100% segura! Receba imediatamente seu acesso após a confirmação do pagamento.


hotmart

 

Veja Como Funciona o Curso

No Curso de Adestramento de Cães A Jóia do Infinito, oferecido pelo Centro Canino WalkerDog, você aprenderá as principais técnicas de Adestramento, aliando teoria e prática. O Curso é 100% online gravado em alta resolução com Animações 3D e participação de aluno real nas aulas práticas.

Aprenda também sobre o bem-estar animal, alimentação correta, psicologia e comportamento canino, interpretação da linguagem corporal dos cães, e mais:

Como evitar que o cão coma ou destrua objetos em casa;

Saiba como ensiná-lo a fazer as necessidades no local correto;

Aprenda técnicas e truques de adestramento, do básico ao avançado;

Conheça como é o treinamento de um cão de trabalho.

POR DENTRO DO CURSO

6 Módulos, mais de 20 Videoaulas com método exclusivo, animação 3D e aluno real.

CURSO 100% ONLINE

Você vai assistir no conforto da sua casa, a hora que você quiser, podendo ver e rever as aulas

AULAS REAIS

Aulas práticas gravadas com aluno real.

SUPORTE E ACOMPANHAMENTO

Você vai ter o suporte individual diretamente com o Adestrador Alex para tirar suas dúvidas através do grupo do Facebook.

CERTIFICADO DE CONCLUSÃO

Após assistir todas as aulas do curso, você receberá um lindo certificado provando a conclusão do curso, mostrando que você está preparado para trabalhar como adestrador de cães.

hotmart

 

Veja o que os alunos estão falando sobre o Curso

grade curricular

 

Conheça a GRADE CURRICULAR do curso

MÓDULO 01 APRESENTAÇÃO

  • Boas vidas e apresentação do curso de Adestramento A Jóia do Infinito

MÓDULO 02 CONHECENDO A HISTÓRIA E O COMPORTAMENTO CANINO

  • A história do relacionamento entre cães e humanos no Brasil.
  • Comportamento Canino

MÓDULO 03 ESTUDANDO OS CONCEITOS CIENTÍFICOS, E METODOLOGIAS

  • Conceitos
  • Reforço Positivo, Reforço Negativo e Punição

MÓDULO 04 DIDÁTICA PARA COM O CLIENTE E TÉCNICAS DE ADESTRAMENTO

  • Visita ao cliente, como agir
  • Entendendo o contexto para mudar o comportamento do cão
  • Carregamento do clicker

MÓDULO 05 INICIO DAS AULAS PRÁTICAS, CONCEITOS PARA EXTRAÇÃO DE COMANDOS

  • Carregar o clicker na prática
  • Como criar um aprendizado sem falhas
  • Como criar um aprendizado sem falhas, vídeo
  • Generalizando os comandos com indução (usando petisco perto do nariz como moeda de troca)
  • Carregamento da base, significado
  • Generalizando comandos troca de posições, senta, deita, de pé com contato (toque)
  • Generalizando cão inseguro
  • Descriminando comandos (descriminar é colocar comandos verbais)
  • Descriminando comandos Parte 2
  • Descriminando comandos Parte 3

MÓDULO 06 AULAS BÔNUS

  • Todo mês uma aula nova e exclusiva para os alunos

Walkerdog

 

Conheça o Adestrador Alexsandro Epping

 

Curso para Adestradores de Cães centro canino walkerdog Olá meu nome é Alexsandro Epping, sou proprietário do Centro Canino WalkerDog. Venho convidar você que assim como eu quer trabalhar com o que ama, TRABALHAR ADESTRANDO CÃES!

Sou Formado em comunicação e Marketing, atualmente curso História na Unicesumar e Gestão de Empresa na Anhanguera

Realizou os seguintes cursos:

  • Treinamento tático com cães. Local Quinto batalhão de suprimento Curitiba com Sub tenente Marcos Goes
  • Treinamento de busca e resgate com cães, faro de entorpecente, busca e captura. Local: Marau RS. Instrutores: sargento do POE Antonio Rodrigues, RS, instrutores da K9 do Uruguai, EUA e Colombia

  • Em 10 anos o instrutor Alex buscou mais de 30 cursos e seminários no Brasil e no exterior, sendo cursos e semanários no valor de R$ 2.000 a R$ 5.000,00. Como orientador na formação de adestradores de cães de guarda também se especializou na área da segurança em cursos homologados pela Polícia Federal e ainda buscou qualificação didática de e ensino superior como instrutor na formação de alunos em seguimentos como adestradores.

    Totalizando mais de R$50.000,00 investidos em conhecimento.

    E mais dezenas de cursos no qual já ganhou mérito de destaque como melhor aluno em turma de 21 alunos.

    Dados de atuação:
    O adestrador Alexsandro Epping é responsável pela formação de adestradores na WalkerDog, adestrador responsável pelo treinamento de cães condenados a eutanásia por vigilância sanitária de diversos municípios, adestrador do cães em treinamento da WalkerDog, palestrante sobre comportamento canino em várias empresas escolas técnicas e faculdades.

    Responsável pelo hotel/ creche da WalkerDog.
    Sua equipe são ex alunos de cursos da WalkerDog

     

    LEMBRA DA HISTÓRIA DO LIVRO?

    Aconteceu em 2010 ....

    Veja Como Está Nossa Estrutura HOJE!

    P.S.: não estou vendendo uma SOLUÇÃO MÁGICA, mas o conhecimento deste curso, aliado é muito trabalho e dedicação, pode se transformar em UMA JÓIA DO INFINITO

     

    Walkerdog

     

    HOJE VOCÊ TERÁ A OPORTUNIDADE ÚNICA DE ADQUIRIR O CURSO COMPLETO POR APENAS

     

    de R$ 697,00 valor normal

     

    12 x de R$ 48,42

     

    Menos de R$2,00 por dia.

     

    São MAIS DE R$ 50.000,00 investidos em conhecimento pelo adestrador Alex

    TUDO ISSO entregue no curso para você por um preço acessível

     

    comprar curso agora

     

    garantia 7 dias

     

    O RISCO é TODO MEU, Até 7 DIAS depois do pagamento, você pode cancelar por qualquer motivo, e devolvemos todo o valor pago.

    ONDE EU RECEBO O CURSO?

    Logo após a confirmação da sua compra, você irá receber no seu E-mail os dados de acesso ao curso online.

    FICOU COM ALGUMA DÚVIDA EM RELAÇÃO AO CURSO ONLINE?

    Chame nos nossos WHATSAPP (51) 9 97613537 (vivo) | (51) 9 91519690 (claro)


    Título: Curso de Adestramento de Cães em Erechim Rio Grande do Sul
    Criado em 28/05/2020 - Publicado em - Atualizado em 28/05/2020
    Centro Canino WalkerDog
    Centro Canino WalkerDog

    Conheça o Curso Banho e Tosa em Erechim RS

    Dados de Erechim - RS
    Area em km2= 430
    Populacao = 96087
    PIB Per Capta = R$ 0

    HISTORIA
    Origens[editar | editar código-fonte] De acordo com estudos realizados pela Eletrosul, o território que constitui, hoje, a região do Alto Uruguai já era habitada pelo homem há pelo menos 10 000 anos atrás. Nos últimos três séculos, a região foi habitada principalmente pelos indígenas da etnia caingangue. No entanto, muitos grupos guaranis também ocuparam as regiões de menor altitude.[13] É provável que os primeiros povoadores não indígenas da região do atual município de Erechim tenham sido paulistas descendentes de bandeirantes que, instalando-se dispersivamente no território, obtiveram a concessão de tratos de terra requeridos ao governo do estado. Não foi de forma pacífica, inicialmente, a posse das terras por esses primeiros povoadores, que tiveram de sustentar, durante muito tempo, luta tenaz contra os caingangues, conhecidos pelos portugueses como "coroados".[14] Firmaram-se, porém, na terra, os poucos posseiros que povoaram o território encoberto pela floresta e sulcado pela abundante rede da bacia hidrográfica ocidental dos rios Pelotas-Uruguai. Por volta de 1887, Augusto de Oliveira Penteado, conhecido por Augusto César, tendo, como companheiros, João Placidino Machado e Antônio Ferreira de Albuquerque, empreenderam uma ousada exploração fluvial, da qual elaboraram circunstanciado relatório que foi enviado à Câmara Municipal de Passo Fundo, em fins de 1888, contendo as denominações dadas por eles a vários acidentes geográficos.[14] Em 1908 foi fundada a Colônia Erechim, planejada pelo diretor de Terras e Colonização Carlos Torres Gonçalves, atendendo aos princípios positivistas para tornar-se modelo de colonização.[15] O empreendimento teve rápido progresso econômico, facilitado não só pela presença de uma ferrovia, mas também pelas estradas planejadas durante a concepção da colônia e que foram construídas de acordo com os traçados previstos.[15] A colônia foi instalada em 1910, com a chegada dos primeiros 36 colonos: 4 família com 28 pessoas e 4 solteiros.[15] Pioneirismo e imigração[editar | editar código-fonte] A estação ferroviária de Erechim em 1910. Vista da Avenida Maurício Cardoso na década de 1920. A região foi colonizada basicamente por imigrantes de origem polonesa (1918),[16] alemã (1912),[17] judaica (1911)[18] e, principalmente, italiana. As primeiras famílias italianas chegaram na cidade por volta de 1910 através da ferrovia. Os imigrantes italianos, ao longo de vários anos, modificaram a fisionomia social da região com seus valores espirituais, culturais e materiais. Grande parte dos imigrantes, não só os italianos, vinham em busca de uma vida melhor para si e para suas gerações. Ainda hoje é possível perceber interferências dos imigrantes oriundos desses países, especialmente na arquitetura e na culinária da cidade.[19] Já sobre influência da chegada dos primeiros imigrantes, em 1910 a sede da colônia já possuía um aspecto urbano com abertura de ruas e edificação de cerca de cinquenta casas e outras 22 em construção, todas de madeira, inclusive o chalé do escritório da comissão. Incluía ainda dois barracões para hospedagem dos imigrantes, enfermaria e depósito de materiais, nove casas comerciais, uma barbearia, uma alfaiataria, três sapatarias e um açougue. Também foi rápido o desenvolvimento da zona rural. Até 1914, a sede inicial da colônia Erechim foi o povoado que mais prosperou em toda a região. Em 20 de abril de 1916, o escritório da Comissão de Terras e Colonização foi transferido do Povoado Erechim para o de Paiol Grande, sede geral da colônia anteriormente escolhida.[14] Formação administrativa[editar | editar código-fonte] Com o crescimento do povoado e de sua economia - agricultura, pecuária, comércio e serviços - o município de Erechim foi elevado à categoria de município com a denominação de Erechim, pelo decreto estadual nº 2342, de 30 de abril de 1918, assinado por Borges de Medeiros, desmembrado do município de Passo Fundo. Sede na antiga povoação de Boa Vista do Erechim, instalada em 18 de junho de 1918.[11] Ao longo dos anos o município foi ganhando novos distritos. Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1 de setembro de 1920, o município estava constituído de cinco distritos: Boa Vista do Erechim (sede), Erechim, Barro, Erebango e Marcelino Ramos. Em divisão territorial datada de 31 de dezembro de 1937, o município apareceu constituído de onze distritos: Erechim, Barro, Marcelino Ramos, Nova Itália, Nova Polônia, Paulo Bento, Quatro Irmãos, Rio Novo, São Valentim, Treze de Maio e Viadutos. No quadro fixado em 1943, o município era constituído de doze distritos: José Bonifácio (ex-Erechim), Barro, Carlos Gomes (ex-Ribeirão do Torto ex-Nova Polônia), Cotegipe, Marcelino Ramos, Nova Itália, Paulo Bento, Princesa Isabel (ex-Treze de Maio), Quatro Irmãos, Rio Novo, São Valentim, Severiano Almeida (ex-Nova Itália) e Viadutos. Em divisão datada de 1 de dezembro de 1960, o município era constituído de nove distritos: Erechim, Barão de Cotegipe, Capo-Erê, Itatiba, Mariano Moro, Nova Itália (ex-Severiano de Almeida), Paulo Bento, Quatro Irmãos e Três Arroios; em última modificação feita, em lei estadual nº 10762, de 16 de abril de 1996, desmembraram-se de Erechim os distritos de Paulo Bento e Quatro irmãos, elevados a categoria de municípios. Erechim passou a constituir-se de três distritos: Capo-Êre, Jaguaretê e a Sede.[11] Crescimento urbano[editar | editar código-fonte] Depois de terminadas todas as diligências oficiais referentes ao ato de emancipação, o Secretário de Obras Públicas Carlos Torres Gonçalves ordenou a execução da divisão da cidade que serviria de sede ao novel município pelos engenheiros e agrimensores da comissão de terras, que funcionava no antigo povoado Erechim (hoje Getúlio Vargas). Tomaram, então, como ponto de partida a Estação Ferroviária, sem contudo ter feito, ao que tudo indica, o reconhecimento prévio do terreno. O planejamento repetiu a planta da cidade de Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais, também foi baseado em conceitos urbanísticos usados nos traçados de Washington D.C (1791) e Paris (1850). Aprovado o futuro traçado, iniciou-se a implantação da cidade com a venda de terrenos e respectivas construções de madeira, aparecendo tudo com rapidez, principalmente na Avenida José Bonifácio, hoje denominada Maurício Cardoso. E, assim, como que por encanto, surgiu a Vila Boa Vista, substituindo a antiga Paiol Grande.[20] Com o passar dos anos, também houve uma necessidade em obras e intervenções nas ruas da cidade. As principais foram o nivelamento da canhada existente na avenida Maurício Cardoso, canalização das sangas existentes nas primeiras quadras das ruas Itália e Nelson Ehlers, e o nivelamento de muitos outros buracos com madeira e terra.[20] Centro executivo no centro da cidade, o Prédio do Relógio. Uma das casas construídas na década de 1930 em Erechim que acabou sendo destruída por um incêndio em 2010.[21] Anos mais tarde, foram feitos grandes estudos que comprovaram que Erechim se desenvolvia sobre buracos - em trabalho executado pela antiga comissão de terras, um levantamento que durou muitos meses, capitaneado por Diumer Schneider, os Irmão Malinowski, os Irmãos Losina, Antônio Bergmann e Henrique Schwerin, fizeram um levantamento topográfico de dois em dois metros quadrados. Antes mesmo do término desse serviço, um prefeito da época mandou o agrimensor da prefeitura nivelar o calçamento e foram estendidos os cordões, com todos os defeitos da superfície. Muitas administrações tentaram em vão nivelar a cidade. Mais tarde desenhou-se o Plano Diretor, que dispunha sobre o desenvolvimento urbano. Com ele, concedeu-se o nivelamento de muitas construções antes de fazer o nivelamento das ruas, o que resultou em casas com muitos andares enterrados, depois de as ruas serem nivelada como deviam, para atenuar com as íngremes subidas. Houve uma grande celeuma na cidade sobre esse plano diretor, que acabou arquivado.[20] História recente[editar | editar código-fonte] Com o crescimento de Erechim e cidades próximas, foi criada a Microrregião de Erechim, reunindo além do município, outras trinta cidades. São as mais populosas: Getúlio Vargas, Aratiba, Barão de Cotegipe, Estação, Gaurama, Campinas do Sul, Erval Grande, Marcelino Ramos, Viadutos, Itatiba do Sul, Áurea e Severiano de Almeida. Em 2006 sua população foi estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em cerca de 211 228 habitantes em uma área total de 5 745 km². Seu índice de desenvolvimento humano (IDH) médio era de 0,791 e o PIB per capita médio de R$ 22.048,00 em 2003. Localiza-se na mesorregião do Noroeste Rio-grandense.[22] Um dos acidentes mais graves e que mais chocou a população da cidade de Erechim aconteceu em 22 de setembro de 2004, quando um ônibus fretado pela prefeitura de Erechim para transportar estudantes da zona rural para escolas da cidade levava 31 pessoas quando ele caiu em uma barragem da CORSAN.[23] Equipes de resgate levaram mais de três horas para retirar o ônibus da água.[24] Os pais dos adolescentes foram indenizados em R$ 190 mil reais[25][26] e o motorista, que sofreu ferimentos leves, foi preso em 2005, acusado de dirigir em alta velocidade.[27] Segundo dados de autópsia, 17 crianças e adolescentes faleceram. O estudante Lucas Verazzo saiu como herói, pois salvou três de seus colegas que estavam se afogando, e quando foi salvar o quarto acabou morrendo. Os três dias posteriores ao acidente foram utilizados como uma maneira de protesto e as aulas foram paralisadas em todas as escolas da cidade.[28][29]
    ECONOMIA
    Algumas informacões sobre a economia e população da cidade. A cidade de Erechim localizada no estado de Rio Grande do Sul tem uma área de 430.7 de quilometros quadrados. A população total de Erechim é de 96087 pessoas, sendo 46224 homens e 49863 mulheres. A população na área urbana de Erechim RS é de 90552pessoas, já a população da árae rual é de 5535 pessoas. A Densidade demográfica de Erechim RS é de 223.11. A densidade demegráfica é a medida expressada pela relação entre a população e a superfície do território, geralmente aplicada a seres humanos, mas também em outros seres vivos (comumente, animais). É geralmente expressada em habitantes por quilômetro quadrado. Veja mais no link a seguir Densidade Demográfica Wikipedia. Outra informação que temos sobre a população de Erechim RS é que 19.36% tem entre 0 e 14 anos de idade; 71.86% tem entre 15 e 64 anos de idade; e 8.78% tem acima de 64 anos de idade. Conforme os dados, a maior população da cidade de Erechim localizada no estado de Rio Grande do Sul são as pessoas de 15 a 64 anos de idade, ou seja, existem mais adultos no município. Em termos de ecnomia isso é bom pois tem mais pessoas trabalhando e gerando riqueza para o país. Nos dados da Fundação de Economia e Estatistica de 2014 o município possuía R$4.091.150,00 [82] no seu Produto Interno Bruto. O PIB per capita é de R$ 40.207,07.[83] Produção de Milho, Soja e Trigo (2008)[84] Produto Área colhida (Hectares) Produção (Tonelada) Milho 3.500 20.300 Soja 7.200 17.280 Trigo 3.000 5.040 Setor primário A agricultura em Erechim, apesar de ser a atividade que é menos representada no PIB municipal, é de grande importância pela diversidade de sua produção. De todo o PIB da cidade 36.164 mil reais é o valor adicionado bruto da agropecuária.[85] Segundo o IBGE, em 2008 o município possuía um rebanho de 13.501 bovinos, 27.107 suínos, 194 equinos, 4 mulas, 472 caprinos, 1.102 ovelhas e 492.907 aves, dentre estas 17.044 galinhas, 474.963 galos, frangos e pintinhos e 900 codornas.[86] Em 2008 a cidade produziu 12.922 mil litros de leite de 5.800 vacas. Foram produzidos 274 mil dúzias de ovos de galinha, 7.829 quilos de mel-de-abelha e 1.200 quilos de lã proveniente das ovelhas.[86] Na lavoura temporária são produzidos principalmente o milho (20.300 toneladas), a soja (17.280 toneladas) e o trigo (5.400 toneladas).[87] Setor secundário 521 187 reais do PIB municipal são do valor adicionado bruto da indústria (setor secundário). O setor secundário é o que mais tem destaque na cidade. São aproximadamente 700 empresas de porte variado que produzem 37.96% da arrecadação municipal.[88] O Distrito Industrial, criado em 1978, é a principal fonte de riqueza no setor, e abriga cerca de 5000 pessoas.[88] A principal causa do grande desenvolvimento deste setor foi, especialmente, a expansão do parque industrial, que fez com que o município de Erechim crescesse quatro vezes mais que a média do Brasil e quase três vezes mais do que o Rio Grande do Sul.[57] Este crescimento também deriva da perda de pecuaristas e agricultores, pois muitos migraram para a indústria, como um novo modo para enriquecer. O ramo que mais cresceu em todo este tempo foi o metal-mecânico, que entre 1985 e 2005, aumentou em média 25,4% a quantidade de empregados.[88] Setor terciário 952 183 milhões reais do PIB municipal são de prestações de serviços (terciário).[85] O setor terciário atualmente é uma importante fonte geradora do PIB erechinense. De acordo com o IBGE a cidade possuía no ano de 2008 5.439 estabelecimentos comerciais e 74 919 trabalhadores, sendo 40 925 pessoal ocupado total e 33 994 ocupado assalariado. Salários juntamente com outras remunerações somavam 478.599 reais e o salário médio mensal de todo município era de 2,7 salários mínimos.[89] A atividade comercial já contribui com 17,85% da arrecadação do município. A área do turismo também está sendo explorada cada vez mais para no futuro poder tornar-se uma importante fonte de renda da população.[88]
    TURISMO
    Benjamin Busato, com o pseudônimo Chico Tasso, historiador de Erechim Naturais de Erechim Microrregião de Erechim Mesorregião do Noroeste Rio-grandense Lista de municípios do Rio Grande do Sul Lista de municípios do Rio Grande do Sul por população Lista de municípios do Rio Grande do Sul por data de criação Lista de municípios do Brasil Rio Grande do Sul Referências ? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008  ? IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010  ? a b «Estimativa populacional 2018 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2018. Consultado em 29 de agosto de 2018  ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008  ? a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rs/erechim/panorama. Consultado em 17 de julho de 2018  Em falta ou vazio |título= (ajuda) ? «Pesquisa IDESE». http://www.pmerechim.rs.gov.br/noticia/10844/28-03-2016/erechim-e-a-2-mais-desenvolvida-do-rs-entre-as-cidades-com-mais-de-100-mil-habitantes  ? «PIB Municipal RS - 2007». www.fee.tche.br  ? «Raízes do Sul». Consultado em 12 de abril de 2010. Arquivado do original em 7 de julho de 2009  ? http://www.portalkaingang.org/Lgua_Kaingang.pdf ? a b Prefeitura Municipal de Erechim. «História de Erechim». Consultado em 11 de outubro de 2010  ? a b c d Cidades@ - IBGE. «Histórico» (PDF). Consultado em 2 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Origem do Nome». Consultado em 11 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Nativos». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? a b c Cidades@ - IBGE (1970). «Histórico». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? a b c Caron, Márcia dos Santos; João Carlos Tedesco (3 de abril de 2012). «O Estado positivista no norte do RS: a questão da propriedade da terra e a fundação da colônia Erechim (1890/1910)». História Unisinos. 16 (2): 220-231. ISSN 2236-1782. doi:10.4013/htu.2012.162.05. Consultado em 16 de maio de 2013  A referência emprega parâmetros obsoletos |coautor= (ajuda) ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Imigrantes Etnia Polonesa». Consultado em 10 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Imigrantes Etnia Alemã». Consultado em 10 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Imigrantes Etnia Israelita». Consultado em 10 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Imigrantes Etnia Italiana». Consultado em 10 de outubro de 2010  ? a b c Prefeitura Municipal de Erechim. «Origens do desenho urbano da cidade». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? José Adelar Ody (7 de outubro de 2010). «Incêndio mobiliza bombeiros em Erechim». Consultado em 11 de outubro de 2010  ? Sites do Brasil. «Microrregião de Erechim». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? DB Online (22 de Setembro de 2004). «Ônibus escolar cai em barragem e mata 17». Consultado em 9 de outubro de 2010. Arquivado do original em 16 de novembro de 2012  ? Terra (22 de setembro de 2004). «Ônibus escolar cai em barragem e mata 17 no RS». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Folha Online (12 de fevereiro de 2008). «Justiça indeniza pais de mortos em acidente com ônibus em Erechim». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? ClicRBS (11 de fevereiro de 2008). «Famílias de vítimas de tragédia com ônibus em Erechim serão indenizadas por dano moral». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? G1 (11 de fevereiro de 2008). «Justiça condena envolvidos em acidente de ônibus no RS». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Jornal Diário da Manhã (28 de setembro de 2004). «Tragédia de Erechim - O difícil recomeço». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Folha.com (25 de setembro de 2004). «Protesto lembra vítimas do ônibus escolar acidentado em Erechim». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Erechim em números». Consultado em 5 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Localização e Limites». Consultado em 5 de outubro de 2010  ? maps.google.com.br. «de Erechim - RS a Porto Alegre - RS - Google Maps». Consultado em 25 de dezembro de 2009  ? Associação Brasileira de Concessionárias de Rodoviárias. «Distância entre cidades (Erechim-Porto Alegre)». Consultado em 25 de dezembro de 2009 [ligação inativa] ? Universidade Federal de Santa Maria. «Regiões Fisiográficas». Consultado em 5 de outubro de 2010  ? Confederação Nacional dos Municípios (CNM). «Dados Gerais». Consultado em 5 de outubro de 2010  ? Embrapa Monitoramento por Satélite. «Rio Grande do Sul». Consultado em 5 de outubro de 2010  ? «DADOS SOCIO.pdf (objeto application/pdf)» (PDF). www.agbpa.com.br. Consultado em 5 de outubro de 2010 [ligação inativa] ? World Map of the Köppen-Geiger climate classification. «World Map of the Köppen-Geiger climate classification». Institute for Veterinary Public Health. Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Ig. «Informações Climáticas». Consultado em 25 de dezembro de 2009. Arquivado do original em 12 de abril de 2010  ? a b Weather Underground. «Seasonal Weather Averages». Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Clicrbs (4 de maio de 2009). «Estiagem: racionamento de água em Erechim começa ao meio-dia». Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Alan Dias (26 de agosto de 2010). «Queimadas destroem mais de 11.000m² de vegetação em cinco dias». Jornal Boa Vista. Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Blog Cidade de Erechim. «Neve em Erechim». Consultado em 2 de maio de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Clima». Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Sistema de Monitoramento Agrometeorológico (Agritempo). «Dados Meteorológicos - Rio Grande do Sul». Consultado em 26 de novembro de 2011. Arquivado do original em 8 de dezembro de 2004  ? Bancos de Dados Climatológicos (BDC). «Precipitação acumulada em junho de 1970 (Quatro Irmãos - BRA)». Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Bancos de Dados Climatológicos (BDC). «Precipitação acumulada em dezembro de 1970 (Erechim - BRA)». Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Bancos de Dados Climatológicos (BDC). «Precipitação acumulada em junho de 1977 (Quatro Irmãos - BRA)». Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Bancos de Dados Climatológicos (BDC). «Precipitação acumulada em agosto de 1966 (Erechim - BRA)». Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Bancos de Dados Climatológicos (BDC). «Precipitação acumulada em abril de 1971 (Quatro Irmãos - BRA)». Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC). Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Eugenio Hackbart (20 de novembro de 2006). «Erechim teve a maior precipitação em curto período desde 1984». Metsul. Consultado em 5 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim (27 de setembro de 2010). «Longines Malinowski ganha nova araucária». Consultado em 10 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim (4 de junho de 2010). «Semana do Meio Ambiente encerra com grande participação do público». Consultado em 10 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim (10 de agosto de 2010). «Passeio Ciclístico Cidade de Erechim Contra a Poluição é neste domingo». Consultado em 10 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Diretoria de Licenciamento Ambiental». Consultado em 10 de outubro de 2010  ? a b c Confederação nacional de municípios (CMN). «Demografia - População total». Consultado em 4 de outubro de 2010  ? a b c d e f g h i j k «Dados de Erechim e Planejamento» (PDF). PME Online/Prefeitura de Erechim. Consultado em 25 de dezembro de 2009  ? Confederação Nacional dos Municípios (CMN). «Demografia - População Urbana». Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Confederação Nacional dos Municípios (CMN). «Demografia - População Rural». Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Cidades@ - IBGE (2006). «Representação Política 2006». Consultado em 3 de outubro de 2010  ? Ipeadata (2007). «Social: Desenvolvimento Humano 2007». Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Sidra (Sistema IBGE de Recuperação de Dados Automática) (2000). «População de Erechim por raça e cor». Consultado em 4 de outubro de 2010  ? a b «Religião». Consultado em 4 de outubro de 2010  ? FIRS. «Sobre a FIRS». firgs.org.br. Consultado em 17 de outubro de 2010. Arquivado do original em 28 de maio de 2009  ? Cristiane Agostine (8 de outubro de 2009). «Senado aprova acordo com o Vaticano». O Globo. Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Fernando Fonseca de Queiroz (Outubro de 2005). «Brasil: Estado laico e a inconstitucionalidade da existência de símbolos religiosos em prédios públicos». Jus Navigandi. Consultado em 4 de outubro de 2010. Arquivado do original em 22 de setembro de 2011  ? Igreja Envangélica Assembleia de Deus Erechim/RS. «Histórico da Assembleia de Deus em Erechim». Consultado em 4 de outubro de 2010  ? Organization of American States (OAS). «The Brazilian Legal System» (em inglês). Consultado em 3 de outubro de 2010  ? Flávio Henrique M. Lima (8 de fevereiro de 2006). «O Poder Público Municipal à frente da obrigação constitucional de criação do sistema de controle interno». JusVi. Consultado em 3 de outubro de 2010. Arquivado do original em 8 de setembro de 2012  ? Câmara Municipal de Bragança Paulista. «Câmara Municipal de Bragança Paulista». Consultado em 3 de outubro de 2010. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2012  ? www.ereshow.com.br. «Erechim - XII Rally Internacional de Erechim». Consultado em 24 de dezembro de 2009. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2012  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Administração». Consultado em 3 de outubro de 2010  ? Terra (6 de outubro de 2008). «Apuração 1º turno». Consultado em 3 de outubro de 2010  ? «Paulo Alfredo Pólis do PT é reeleito prefeito em erechim». G1. Consultado em 3 de janeiro de 2012  ? DJI. «Constituição Federal - CF - 1988 / Art. 29». Consultado em 3 de outubro de 2010. Arquivado do original em 16 de janeiro de 2012  ? Terra (6 de outubro de 2008). «Apuração 1º turno (Vereadores)». Consultado em 3 de outubro de 2010  ? «Página inicial — Camara Municipal de Erechim». www.erechim.rs.leg.br. Consultado em 2 de outubro de 2017  ? @LIZ. «Lei Orgânica do Município de Erechim». Consultado em 3 de outubro de 2010  ? Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul (MP-RS) (3 de maio de 2006). «Ministério Público inaugura nova sede em Erechim». Consultado em 3 de outubro de 2010  ? «Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul». www.tre-rs.gov.br. Consultado em 2 de outubro de 2017  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Demografia». Consultado em 2 de outubro de 2010  ? «FEE». www.fee.rs.gov.br. Consultado em 2 de outubro de 2017  ? «IBGE | Brasil em Síntese». cidades.ibge.gov.br. Consultado em 2 de outubro de 2017  ? Cidades@ - IBGE (2007). «Produção Agrícola Municipal - Cereais, Leguminosas e Oleaginosas». Consultado em 2 de outubro de 2010  ? a b c Cidades@ - IBGE (2007). «Produto Interno Bruto dos Municípios». Consultado em 2 de outubro de 2010  ? a b Cidades@ - IBGE (2008). «Pecuária». Consultado em 2 de outubro de 2010  ? Cidades@ - IBGE (2008). «Lavoura Temporária 2008». Consultado em 2 de outubro de 2010  ? a b c d «Economia». Prefeitura Municipal de Erechim. Consultado em 2 de outubro de 2010  ? Cidades@ - IBGE (2008). «Estatísticas do Cadastro Central de Empresas». Consultado em 2 de outubro de 2010  ? Confederação nacional de municípios (CMN). «Infra-Estrutura - Domicílios Particulares Permanentes e Moradores». Consultado em 7 de outubro de 2010  ? Confederação nacional de municípios (CMN). «Infra-Estrutura - Abastecimento de Água». Consultado em 7 de outubro de 2010  ? Confederação nacional de municípios (CMN). «Infra-Estrutura - Destino do Lixo». Consultado em 7 de outubro de 2010  ? Confederação nacional de municípios (CMN). «Infra-Estrutura - Esgotamento Sanitário». Consultado em 7 de outubro de 2010  ? a b c IBGE. «Indicadores sociais dos municípios brasileiros». Consultado em 4 de outubro de 2010  ? www.uricer.edu.br. «URI - Universidade Regional Integrada - Campus de Erechim». Consultado em 25 de dezembro de 2009. Arquivado do original em 12 de janeiro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim (21 de março de 2007). «Prefeitura de Erechim assina convênio com a UERGS». Consultado em 25 de dezembro de 2009  ? Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). «Cursos». Consultado em 7 de outubro de 2010. Arquivado do original em 24 de julho de 2010  ? Governo Federal. «Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) - Resultados e Metas». Consultado em 7 de outubro de 2010. Arquivado do original em 9 de outubro de 2007  ? a b Cidades@ - IBGE (2008). «Ensino, matrículas, docentes e rede escolar 2008». Consultado em 7 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Renda e pobreza». Consultado em 7 de outubro de 2010  ? Cidades@ - IBGE (2005). «Serviços de Saúde 2005». Consultado em 7 de outubro de 2010  ? DATASUS. «Caderno de Informações de Saúde - Informações Gerais» (xls). Consultado em 7 de outubro de 2010  ? a b c d Prefeitura Municipal de Erechim. «Saúde». Consultado em 7 de outubro de 2010  ? Cleide Carvalho (28 de junho de 2009). «Ministério da Saúde confirma primeira morte por gripe suína do país no Rio Grande do Sul». O Globo. Consultado em 7 de outubro de 2010  ? Gazeta do Povo (28 de junho de 2009). «RS confirma primeira morte por gripe A H1N1 no País». Consultado em 7 de outubro de 2010  ? G1 (7 de maio de 2009). «Ministro confirma primeiros casos de gripe A (H1N1) no Brasil». Consultado em 7 de outubro de 2010. Arquivado do original em 19 de agosto de 2009  ? redOrbit (20 de julho de 2010). «H1N1 Still A Pandemic, Says WHO». Consultado em 7 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Saneamento». Consultado em 7 de outubro de 2010  ? Ritla (2008). «Base de dados dos municípios» (xls). Mapa da Violência dos Municípios Brasileiros-2008. Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim (30 de setembro de 2010). «Seminário Regional de Segurança Pública e Direitos Humanos discute a violência contra a mulher». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim (16 de junho de 2009). «Erechim terá Programa de Prevenção à Violência». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? a b Prefeitura Municipal de Erechim (9 de abril de 2010). «Restauração da pista do Aeroporto de Erechim é inaugurada». Consultado em 8 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim (6 de outubro de 2010). «NHT Linhas Aéreas retoma voos diários em Erechim». Consultado em 8 de outubro de 2010  ? a b c Urbano Erechim. «Transporte Coletivo Urbano da Cidade de Erechim». Consultado em 24 de dezembro de 2009  ? a b Prefeitura Municipal de Erechim. «Transporte Urbano». Consultado em 24 de dezembro de 2009  ? a b Urbano Erechim. «Preço da Passagem». Consultado em 3 de maio de 2018  ? Cidades@ - IBGE (2009). «Frota 2009». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Ijuhi (12 de fevereiro de 2010). «Pelo menos quatro pessoas morrem em acidente na rodovia Erechim-Passo Fundo». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Estação Ferroviária». Consultado em 8 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim (17 de maio de 2010). «Audiência pública encaminha comitê para ativação da rede ferroviária». Consultado em 8 de outubro de 2010  ? Rio Grande Energia (RGE). «RGE - Rio Grande Energia». Consultado em 15 de julho de 2010. Arquivado do original em 30 de agosto de 2010  ? CRERAL. «Área de Atuação». Consultado em 8 de outubro de 2010  ? CRERAL. «A CRERAL». Consultado em 8 de outubro de 2010  ? RBS TV Erechim (31 de março de 2010). «Audiência discute Abastecimento de água em Erechim». Consultado em 10 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim (5 de agosto de 2010). «Prefeitura coloca em Consulta Pública edital de licitação que vai contratar empresa para prestar o serviço de saneamento básico em Erechim». Consultado em 10 de outubro de 2010  ? Gláucia Civa (1 de setembro de 2008). «Claro 3G chega a Carlos Barbosa e Erechim». Baguete. Consultado em 10 de outubro de 2010  ? Guiatel. «Rio Grande do Sul». Consultado em 10 de outubro de 2010. Arquivado do original em 23 de junho de 2011  ? Correios. «CEP de cidades brasileiras». Consultado em 10 de outubro de 2010  ? Márcia Lima (19 de janeiro de 2009). «Portabilidade chega ao DDD 54». Baguete. Consultado em 10 de outubro de 2010  ? ClicErechim. «Site ClicErechim». Consultado em 10 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Catedral São José». Consultado em 22 de dezembro de 2009  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Pólo da Cultura». Consultado em 22 de dezembro de 2009  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Mercado Popular». Consultado em 22 de dezembro de 2009  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Parque Longines Malinowski». Consultado em 22 de dezembro de 2009  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Castelinho». Consultado em 22 de dezembro de 2009  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Centro Cultural 25 de Julho». Consultado em 22 de dezembro de 2009  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Vale Dourado». Consultado em 22 de dezembro de 2009  ? Prefeitura Municipal de Erechim. «Praça da Bandeira». Consultado em 22 de dezembro de 2009  ? a b Prefeitura Municipal de Erechim. «Art Déco». Consultado em 8 de outubro de 2010  ? Raízes do Sul. «Histórico». Consultado em 8 de outubro de 2010. Arquivado do original em 7 de julho de 2009  ? Daubi Piccoh (16 de novembro de 2004). «Erechim é a Capital do Teatro Amador Gaúcho». Consultado em 8 de outubro de 2010  ? Diana Rocha (8 de outubro de 2010). «Coral da URI-Campus de Erechim é atração no Cultura de Erechim é 10». ClicRBS. Consultado em 8 de outubro de 2010  ? ClicRBS. «Cultura». Consultado em 8 de outubro de 2010  ? Diana Rocha (6 de outubro de 2010). «"A arte despertando talentos" está em exposição no Castelinho». ClicRBS. Consultado em 8 de outubro de 2010  ? Bom Dia Rio Grande (12 de março de 2010). «Segunda edição do "Elas na Praça" se realiza neste domingo». Consultado em 8 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim (19 de novembro de 2008). «Artistas e artesãos ganham espaço da Júlio de Castilhos». Consultado em 8 de outubro de 2010  ? «História da Frinape». Frinape. Consultado em 21 de outubro de 2013. Arquivado do original em 21 de outubro de 2013  ? O Gol. «Ypiranga Futebol Clube». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? O Gol. «Colosso da Lagoa». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Diana Rocha (2 de setembro de 2010). «Parabéns Colosso da Lagoa!». ClicRBS. Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Clube dos Corredores de Erechim CORRE). «Lazer e Alto-Rendimento». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? «Nomes de participantes do Jogo das Estrelas são divulgados | clicRBS Erechim». wp.clicrbs.com.br. Consultado em 2 de dezembro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim (8 de outubro de 2010). «Olimpíada Escolar contará com 23 escolas em 2010». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Prefeitura Municipal de Erechim (24 de setembro de 2009). «Últimos acertos para a Olimpíada Escolar de Erechim ocorrem terça». Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Prefeitura (4 de maio de 2009). «Erechim vai receber a maior prova de rali de velocidade do Brasil». Consultado em 28 de outubro de 2010  ? Rally Brazil. «Historia». Consultado em 8 de outubro de 2010. Arquivado do original em 11 de janeiro de 2012  ? Secretaria Estadual de Turismo, Esporte e Lazer (Outubro de 2005). «Feriados Municipais do Rio Grande do Sul» (PDF). Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Sérgio Ferreira Pantaleão. «Carnaval - é ou não feriado? folga automática pode gerar alteração contratual». Guia Trabalhista. Consultado em 9 de outubro de 2010  ? Guia Trabalhista. «Lei Nº 9.093, de 12 de setembro de 1995». Consultado em 9 de outubro de 2010 

    Curso De Adestramento De Caes Erebango Rs

    Sobre Cursos EAD

    Educação a distância (em inglês: distance education) é uma modalidade de educação mediada por tecnologias em que discentes e docentes estão separados espacial e/ou temporalmente, ou seja, não estão fisicamente presentes em um ambiente presencial de ensino-aprendizagem.

    A EaD, em sua forma empírica, é conhecida desde o século XIX. Entretanto, somente nas últimas décadas passou a fazer parte das atenções pedagógicas. Ela surgiu da necessidade do preparo profissional e cultural de milhões de pessoas que, por vários motivos, não podiam frequentar um estabelecimento de ensino presencial, e evoluiu com as tecnologias disponíveis em cada momento histórico, as quais influenciam o ambiente educativo e a sociedade.

    A EaD também é considerada um recurso que contempla as necessidades de desenvolvimento da autonomia do aluno. O desenvolvimento da autonomia é considerado, por teóricos tais como Jean Piaget e Constance Kamii, peça chave do processo de aprendizagem, no qual o aluno é o foco e o professor possui papel secundário, pois apenas orienta o aluno que por sua vez escolhe o ritmo e a maneira como quer estudar e aprender, de acordo com suas necessidades pessoais.