Curso de Adestramento de Cães em Alvarenga

 

 

Você você mora em Alvarenga Minas Gerais
Aproveite Esta GRANDE OPORTUNIDADE para entrar no mercado de Adestramento de Cães

 

 

ATENÇÃO Veja no vídeo abaixo como um livro de apenas R$ 2,50 mudou minha vida profissional e pode MUDAR A SUA TAMBÉM

 

 

O Curso Adestramento A Jóia do Infinito é o único do mercado COM ...
* ANIMAÇÕES 3D * Presença de Aluno real * Didática de atendimento ao cliente * Simulação de adestrador atendendo cliente * Situações reais com cães desmotivados

 

Walkerdog

 

Curso Adestramento A Joia do Infinito RETORNO RÁPIDO!

Como Adestrador Formado no Curso Online do Centro Canino WalkerDog

você pode cobrar R$ 80,00 por hora de adestramento,

se fizer 4 horas por final de semana você


fatura em um único mês R$ 1280,00



 

comprar curso agora

compra segura hotmart

Compra 100% segura! Receba imediatamente seu acesso após a confirmação do pagamento.


hotmart

 

Veja Como Funciona o Curso

No Curso de Adestramento de Cães A Jóia do Infinito, oferecido pelo Centro Canino WalkerDog, você aprenderá as principais técnicas de Adestramento, aliando teoria e prática. O Curso é 100% online gravado em alta resolução com Animações 3D e participação de aluno real nas aulas práticas.

Aprenda também sobre o bem-estar animal, alimentação correta, psicologia e comportamento canino, interpretação da linguagem corporal dos cães, e mais:

Como evitar que o cão coma ou destrua objetos em casa;

Saiba como ensiná-lo a fazer as necessidades no local correto;

Aprenda técnicas e truques de adestramento, do básico ao avançado;

Conheça como é o treinamento de um cão de trabalho.

POR DENTRO DO CURSO

6 Módulos, mais de 20 Videoaulas com método exclusivo, animação 3D e aluno real.

CURSO 100% ONLINE

Você vai assistir no conforto da sua casa, a hora que você quiser, podendo ver e rever as aulas

AULAS REAIS

Aulas práticas gravadas com aluno real.

SUPORTE E ACOMPANHAMENTO

Você vai ter o suporte individual diretamente com o Adestrador Alex para tirar suas dúvidas através do grupo do Facebook.

CERTIFICADO DE CONCLUSÃO

Após assistir todas as aulas do curso, você receberá um lindo certificado provando a conclusão do curso, mostrando que você está preparado para trabalhar como adestrador de cães.

hotmart

 

Veja o que os alunos estão falando sobre o Curso

grade curricular

 

Conheça a GRADE CURRICULAR do curso

MÓDULO 01 APRESENTAÇÃO

  • Boas vidas e apresentação do curso de Adestramento A Jóia do Infinito

MÓDULO 02 CONHECENDO A HISTÓRIA E O COMPORTAMENTO CANINO

  • A história do relacionamento entre cães e humanos no Brasil.
  • Comportamento Canino

MÓDULO 03 ESTUDANDO OS CONCEITOS CIENTÍFICOS, E METODOLOGIAS

  • Conceitos
  • Reforço Positivo, Reforço Negativo e Punição

MÓDULO 04 DIDÁTICA PARA COM O CLIENTE E TÉCNICAS DE ADESTRAMENTO

  • Visita ao cliente, como agir
  • Entendendo o contexto para mudar o comportamento do cão
  • Carregamento do clicker

MÓDULO 05 INICIO DAS AULAS PRÁTICAS, CONCEITOS PARA EXTRAÇÃO DE COMANDOS

  • Carregar o clicker na prática
  • Como criar um aprendizado sem falhas
  • Como criar um aprendizado sem falhas, vídeo
  • Generalizando os comandos com indução (usando petisco perto do nariz como moeda de troca)
  • Carregamento da base, significado
  • Generalizando comandos troca de posições, senta, deita, de pé com contato (toque)
  • Generalizando cão inseguro
  • Descriminando comandos (descriminar é colocar comandos verbais)
  • Descriminando comandos Parte 2
  • Descriminando comandos Parte 3

MÓDULO 06 AULAS BÔNUS

  • Todo mês uma aula nova e exclusiva para os alunos

Walkerdog

 

Conheça o Adestrador Alexsandro Epping

 

Curso para Adestradores de Cães centro canino walkerdog Olá meu nome é Alexsandro Epping, sou proprietário do Centro Canino WalkerDog. Venho convidar você que assim como eu quer trabalhar com o que ama, TRABALHAR ADESTRANDO CÃES!

Sou Formado em comunicação e Marketing, atualmente curso História na Unicesumar e Gestão de Empresa na Anhanguera

Realizou os seguintes cursos:

  • Treinamento tático com cães. Local Quinto batalhão de suprimento Curitiba com Sub tenente Marcos Goes
  • Treinamento de busca e resgate com cães, faro de entorpecente, busca e captura. Local: Marau RS. Instrutores: sargento do POE Antonio Rodrigues, RS, instrutores da K9 do Uruguai, EUA e Colombia

  • Em 10 anos o instrutor Alex buscou mais de 30 cursos e seminários no Brasil e no exterior, sendo cursos e semanários no valor de R$ 2.000 a R$ 5.000,00. Como orientador na formação de adestradores de cães de guarda também se especializou na área da segurança em cursos homologados pela Polícia Federal e ainda buscou qualificação didática de e ensino superior como instrutor na formação de alunos em seguimentos como adestradores.

    Totalizando mais de R$50.000,00 investidos em conhecimento.

    E mais dezenas de cursos no qual já ganhou mérito de destaque como melhor aluno em turma de 21 alunos.

    Dados de atuação:
    O adestrador Alexsandro Epping é responsável pela formação de adestradores na WalkerDog, adestrador responsável pelo treinamento de cães condenados a eutanásia por vigilância sanitária de diversos municípios, adestrador do cães em treinamento da WalkerDog, palestrante sobre comportamento canino em várias empresas escolas técnicas e faculdades.

    Responsável pelo hotel/ creche da WalkerDog.
    Sua equipe são ex alunos de cursos da WalkerDog

     

    LEMBRA DA HISTÓRIA DO LIVRO?

    Aconteceu em 2010 ....

    Veja Como Está Nossa Estrutura HOJE!

    P.S.: não estou vendendo uma SOLUÇÃO MÁGICA, mas o conhecimento deste curso, aliado é muito trabalho e dedicação, pode se transformar em UMA JÓIA DO INFINITO

     

    Walkerdog

     

    HOJE VOCÊ TERÁ A OPORTUNIDADE ÚNICA DE ADQUIRIR O CURSO COMPLETO POR APENAS

     

    de R$ 697,00 valor normal

     

    12 x de R$ 48,42

     

    Menos de R$2,00 por dia.

     

    São MAIS DE R$ 50.000,00 investidos em conhecimento pelo adestrador Alex

    TUDO ISSO entregue no curso para você por um preço acessível

     

    comprar curso agora

     

    garantia 7 dias

     

    O RISCO é TODO MEU, Até 7 DIAS depois do pagamento, você pode cancelar por qualquer motivo, e devolvemos todo o valor pago.

    ONDE EU RECEBO O CURSO?

    Logo após a confirmação da sua compra, você irá receber no seu E-mail os dados de acesso ao curso online.

    FICOU COM ALGUMA DÚVIDA EM RELAÇÃO AO CURSO ONLINE?

    Chame nos nossos WHATSAPP (51) 9 97613537 (vivo) | (51) 9 91519690 (claro)


    Título: Curso de Adestramento de Cães em Alvarenga Minas Gerais
    Criado em 28/05/2020 - Publicado em - Atualizado em 28/05/2020
    Centro Canino WalkerDog
    Centro Canino WalkerDog

    Conheça o Curso Banho e Tosa em Alvarenga MG

    Dados de Alvarenga - MG
    Area em km2= 278
    Populacao = 4444
    PIB Per Capta = R$ 7718

    HISTORIA

    O desbravamento da região do atual município de Alvarenga tem início na segunda metade do século XVII, tendo se intensificado após a descoberta de ouro no futuro povoado de Cuieté (atual município de Conselheiro Pena) pelo bandeirante paulista Antônio Rodrigues Arzão.[14] O local até então era habitado exclusivamente pelos índios Botocudos e os primeiros exploradores chegaram ao lugar através do Rio Manhuaçu, adentrando seus afluentes à procura do metal, cuja exploração legal seria possível somente na década de 1740, após autorização do Conde de Bobadela. Em 1745, a região da atual cidade foi desbravada e habitada pelo paulista José Pereira de Alvarenga, o que deu identidade à localidade, batizada algum tempo depois de Ribeirão do Alvarenga.

    Durante décadas os indígenas foram exterminados pelos colonizadores, que tinham objetivo de dominar as terras. Os índios que sobreviviam eram catequizados e civilizados, sendo que no começo do século XIX restavam poucos representantes da etnia, a maioria servindo como mão de obra das fazendas existentes nas redondezas.[20] Ribeirão do Alvarenga estava situado no caminho da estrada ligando Vila Rica — atual Ouro Preto, então capital da Província de Minas Gerais — a Cuieté, visando ao transporte do ouro, que viria a se esgotar após 1780.

    Na década de 1830, passou pela região uma caravana que abria caminho pela mata. O grupo seguiu viagem, porém afixaram-se no lugar João de Barros e sua filha Maria Florinda dos Prazeres, conhecida como Maria Guanhães, de apenas 11 anos de idade, que ergueram uma capela e deram início à formação do arraial. Nos anos seguintes vieram outros pioneiros, dando sequência ao povoamento da região,[1][14] e na década de 1850, a posse das terras foi dada aos irmãos, Tristão Cristiano de Vasconcelos e Basílio Rodrigues de Vasconcelos. O acesso a outras regiões mineiras foi facilitado após a abertura de uma estrada ligando Cuieté a Ponte Nova, passando por Alvarenga, com objetivo de conectar a região a outra estrada que partia de Ouro Preto a Vitória (cujo trecho daria origem à BR-262).

    As terras continuaram a ser repartidas e vendidas, favorecendo a formação de novos núcleos habitacionais, que se desenvolveram em função das terras férteis e propícias ao cultivo do café. Pelo decreto de 10 de abril de 1880 foi criado o distrito, denominado Floresta e subordinado a Caratinga, passando a fazer parte do município de Itanhomi pela lei estadual nº 843, de 7 de setembro de 1923, e posteriormente de Conselheiro Pena pelo decreto-lei estadual nº 148, de 17 de dezembro de 1938. Pelo decreto-lei estadual nº 1.058, de 31 de dezembro de 1943, o distrito passou a ter seu nome atual (Alvarenga), sendo emancipado pela lei estadual nº 2.764, de 30 de dezembro de 1962, e instalado em 1º de março de 1963

    O desbravamento da região do atual município de Alvarenga teve início na segunda metade do século XVII, tendo se intensificado após a descoberta de ouro no futuro povoado de Cuieté (atual município de Conselheiro Pena) pelo bandeirante paulista Antônio Rodrigues Arzão.[8] O local até então era habitado exclusivamente pelos índios Botocudos e os primeiros exploradores chegaram ao lugar através do Rio Manhuaçu, adentrando seus afluentes à procura do metal, cuja exploração legal seria possível somente na década de 1740, após autorização do Conde de Bobadela. Em 1745, a região da atual cidade foi desbravada e habitada pelo paulista José Pereira de Alvarenga, o que deu identidade à localidade, batizada algum tempo depois de Ribeirão do Alvarenga.[8] Durante décadas os indígenas foram exterminados pelos colonizadores, que tinham objetivo de dominar as terras. Os índios que sobreviviam eram catequizados e civilizados, sendo que no começo do século XIX restavam poucos representantes da etnia, a maioria servindo como mão de obra das fazendas existentes nas redondezas.[9] Ribeirão do Alvarenga estava situado no caminho da estrada ligando Vila Rica — atual Ouro Preto, então capital da Província de Minas Gerais — a Cuieté, visando ao transporte do ouro, que viria a se esgotar após 1780.[8] Na década de 1830, passou pela região uma caravana que abria caminho pela mata. O grupo seguiu viagem, porém afixaram-se no lugar João de Barros e sua filha Maria Florinda dos Prazeres, conhecida como Maria Guanhães, de apenas 11 anos de idade. Juntos ergueram uma capela e deram início à formação do arraial. Nos anos seguintes vieram outros pioneiros, dando sequência ao povoamento da região,[1][8] e na década de 1850, a posse das terras foi dada aos irmãos, Tristão Cristiano de Vasconcelos e Basílio Rodrigues de Vasconcelos. O acesso a outras regiões mineiras foi facilitado após a abertura de uma estrada ligando Cuieté a Ponte Nova, passando por Alvarenga, com objetivo de conectar a região a outra estrada que partia de Ouro Preto a Vitória (cujo trecho daria origem à BR-262).[8] As terras continuaram a ser repartidas e vendidas, favorecendo a formação de novos núcleos habitacionais, que se desenvolveram em função das terras férteis e propícias ao cultivo do café. Pelo decreto de 10 de abril de 1880 foi criado o distrito, denominado Floresta e subordinado a Caratinga, passando a fazer parte do município de Itanhomi pela lei estadual nº 843, de 7 de setembro de 1923, e posteriormente de Conselheiro Pena pelo decreto-lei estadual nº 148, de 17 de dezembro de 1938. Pelo decreto-lei estadual nº 1.058, de 31 de dezembro de 1943, o distrito passou a ter seu nome atual (Alvarenga), sendo emancipado pela lei estadual nº 2.764, de 30 de dezembro de 1962, e instalado em 1º de março de 1963.[1]
    ECONOMIA

    No Produto Interno Bruto (PIB) de Alvarenga, destacam-se a agropecuária e a área de prestação de serviços. De acordo com dados do IBGE, relativos a 2011, o PIB do município era de R$ 30 940 mil.[49] 819 mil eram de impostos sobre produtos líquidos de subsídios a preços correntes e o PIB per capita era de R$ 7 054,15.[49] Em 2010, 46,73% da população maior de 18 anos era economicamente ativa, enquanto que a taxa de desocupação era de 6,24%.

    Salários juntamente com outras remunerações somavam 2 509 mil reais e o salário médio mensal de todo município era de 1,3 salários mínimos. Havia 52 unidades locais e 52 empresas atuantes.[50] Segundo o IBGE, 57,34% das residências sobreviviam com menos de salário mínimo mensal por morador (804 domicílios), 10,99% sobreviviam com entre um e três salários mínimos para cada pessoa (154 domicílios), 0,71% recebiam entre três e cinco salários (dez domicílios), 0,29% tinham rendimento mensal acima de cinco salários mínimos (quatro domicílios) e 7,70% não tinham rendimento (108 domicílios)

    Setor primário

    A pecuária e a agricultura representam o segundo setor mais relevante na economia de Alvarenga. Em 2011, de todo o PIB da cidade, 9 268 mil reais era o valor adicionado bruto da agropecuária,[49] enquanto que em 2010, 45,69% da população economicamente ativa do município estava ocupada no setor.[15] Segundo o IBGE, em 2012 o município possuía um rebanho de 14 633 bovinos, 107 caprinos, 297 equinos, 89 muares, 134 ovinos, 427 suínos e 6 576 aves, entre estas 2 309 galinhas e 4 267 galos, frangos e pintinhos.[53] Neste mesmo ano, a cidade produziu 3 444 mil litros de leite de 2 919 vacas, 9 mil dúzias de ovos de galinha e 150 quilos de mel de abelha.

    Na lavoura temporária, são produzidos principalmente o milho (1 800 toneladas produzidas e 500 hectares cultivados), a cana-de-açúcar (940 toneladas e 20 hectares) e a mandioca (188 toneladas e 15 hectares), além do arroz e do feijão.[52] Já na lavoura permanente, destacam-se o café (829 toneladas produzidas e 852 hectares cultivados), a banana (110 toneladas produzidas e onze hectares cultivados) e a laranja (66 toneladas e seis hectares), além do coco-da-baía, do limão e da manga.

    Setores secundário e terciário

    A indústria, em 2011, era o setor menos relevante para a economia do município. 2 886 reais do PIB municipal eram do valor adicionado bruto do setor secundário.[49] A produção industrial ainda é incipiente na cidade, mesmo que comece a dar sinais de aprimoramento, sendo resumida principalmente à extração de madeira. Em 2012, de acordo com o IBGE, foram extraídos 466 metros cúbicos de madeira em tora destinada à produção papel e celulose[55] e segundo estatísticas do ano de 2010, 2,97% dos trabalhadores de Alvarenga estavam ocupados no setor industrial.[15] Neste mesmo ano, 9,31% da população ocupada estava empregada no setor de construção, 0,80% nos setores de utilidade pública, 6,31% no comércio e 31,32% no setor de serviços[15] e em 2011, 17 967 reais do PIB municipal eram do valor adicionado bruto do setor terciário

    Algumas informacões sobre a economia e população da cidade. A cidade de Alvarenga localizada no estado de Minas Gerais tem uma área de 278.2 de quilometros quadrados. A população total de Alvarenga é de 4444 pessoas, sendo 2239 homens e 2205 mulheres. A população na área urbana de Alvarenga MG é de 2119pessoas, já a população da árae rual é de 2325 pessoas. A Densidade demográfica de Alvarenga MG é de 15.98. A densidade demegráfica é a medida expressada pela relação entre a população e a superfície do território, geralmente aplicada a seres humanos, mas também em outros seres vivos (comumente, animais). É geralmente expressada em habitantes por quilômetro quadrado. Veja mais no link a seguir Densidade Demográfica Wikipedia. Outra informação que temos sobre a população de Alvarenga MG é que 23.29% tem entre 0 e 14 anos de idade; 65.98% tem entre 15 e 64 anos de idade; e 10.73% tem acima de 64 anos de idade. Conforme os dados, a maior população da cidade de Alvarenga localizada no estado de Minas Gerais são as pessoas de 15 a 64 anos de idade, ou seja, existem mais adultos no município. Em termos de ecnomia isso é bom pois tem mais pessoas trabalhando e gerando riqueza para o país. Algumas informacões sobre a economia e população da cidade. A cidade de Alvarenga localizada no estado de Minas Gerais tem uma área de 278.2 de quilometros quadrados. A população total de Alvarenga é de 4444 pessoas, sendo 2239 homens e 2205 mulheres. A população na área urbana de Alvarenga MG é de 2119pessoas, já a população da árae rual é de 2325 pessoas. A Densidade demográfica de Alvarenga MG é de 15.98. A densidade demegráfica é a medida expressada pela relação entre a população e a superfície do território, geralmente aplicada a seres humanos, mas também em outros seres vivos (comumente, animais). É geralmente expressada em habitantes por quilômetro quadrado. Veja mais no link a seguir Densidade Demográfica Wikipedia. Outra informação que temos sobre a população de Alvarenga MG é que 23.29% tem entre 0 e 14 anos de idade; 65.98% tem entre 15 e 64 anos de idade; e 10.73% tem acima de 64 anos de idade. Conforme os dados, a maior população da cidade de Alvarenga localizada no estado de Minas Gerais são as pessoas de 15 a 64 anos de idade, ou seja, existem mais adultos no município. Em termos de ecnomia isso é bom pois tem mais pessoas trabalhando e gerando riqueza para o país. No Produto Interno Bruto (PIB) de Alvarenga, destacam-se a agropecuária e a área de prestação de serviços. De acordo com dados do IBGE, relativos a 2011, o PIB do município era de R$ 30 940 mil.[47] 819 mil eram de impostos sobre produtos líquidos de subsídios a preços correntes e o PIB per capita era de R$ 7 054,15.[47] Em 2010, 46,73% da população maior de 18 anos era economicamente ativa, enquanto que a taxa de desocupação era de 6,24%.[32] Salários juntamente com outras remunerações somavam 2 509 mil reais e o salário médio mensal de todo município era de 1,3 salários mínimos. Havia 52 unidades locais e 52 empresas atuantes.[48] Segundo o IBGE, 57,34% das residências sobreviviam com menos de salário mínimo mensal por morador (804 domicílios), 10,99% sobreviviam com entre um e três salários mínimos para cada pessoa (154 domicílios), 0,71% recebiam entre três e cinco salários (dez domicílios), 0,29% tinham rendimento mensal acima de cinco salários mínimos (quatro domicílios) e 7,70% não tinham rendimento (108 domicílios).[49] Setor primário Produção de milho, cana-de-açúcar e mandioca (2012)[50] Produto Área colhida (hectares) Produção (tonelada) Milho 500 1 800 Cana-de-açúcar 20 940 Mandioca 15 188 A pecuária e a agricultura representam o segundo setor mais relevante na economia de Alvarenga. Em 2011, de todo o PIB da cidade, 9 268 mil reais era o valor adicionado bruto da agropecuária,[47] enquanto que em 2010, 45,69% da população economicamente ativa do município estava ocupada no setor.[32] Segundo o IBGE, em 2012 o município possuía um rebanho de 14 633 bovinos, 107 caprinos, 297 equinos, 89 muares, 134 ovinos, 427 suínos e 6 576 aves, entre estas 2 309 galinhas e 4 267 galos, frangos e pintinhos.[51] Neste mesmo ano, a cidade produziu 3 444 mil litros de leite de 2 919 vacas, 9 mil dúzias de ovos de galinha e 150 quilos de mel de abelha.[51] Na lavoura temporária, são produzidos principalmente o milho (1 800 toneladas produzidas e 500 hectares cultivados), a cana-de-açúcar (940 toneladas e 20 hectares) e a mandioca (188 toneladas e 15 hectares), além do arroz e do feijão.[50] Já na lavoura permanente, destacam-se o café (829 toneladas produzidas e 852 hectares cultivados), a banana (110 toneladas produzidas e onze hectares cultivados) e a laranja (66 toneladas e seis hectares), além do coco-da-baía, do limão e da manga.[52] Setores secundário e terciário A indústria, em 2011, era o setor menos relevante para a economia do município. 2 886 reais do PIB municipal eram do valor adicionado bruto do setor secundário.[47] A produção industrial ainda é incipiente na cidade, mesmo que comece a dar sinais de aprimoramento, sendo resumida principalmente à extração de madeira. Em 2012, de acordo com o IBGE, foram extraídos 466 metros cúbicos de madeira em tora destinada à produção papel e celulose[53] e segundo estatísticas do ano de 2010, 2,97% dos trabalhadores de Alvarenga estavam ocupados no setor industrial.[32] Neste mesmo ano, 9,31% da população ocupada estava empregada no setor de construção, 0,80% nos setores de utilidade pública, 6,31% no comércio e 31,32% no setor de serviços[32] e em 2011, 17 967 reais do PIB municipal eram do valor adicionado bruto do setor terciário.[47]
    TURISMO

    Instituições culturais

    Alvarenga conta com um conselho municipal de preservação do patrimônio, de caráter consultivo, deliberativo e fiscalizador, sendo paritário e criado em 2007.[74] Também há legislações municipais de proteção aos patrimônios culturais material e imaterial, ministradas por uma secretaria municipal exclusiva, que é o órgão gestor da cultura no município.[75] Dentre os espaços culturais, destaca-se a existência de uma biblioteca mantida pelo poder público municipal e estádios ou ginásios poliesportivos, segundo o IBGE em 2005 e 2012.[76][77] Há existência de equipes artísticas de dança, bandas musicais, grupos de capoeira e blocos carnavalescos, de acordo com o IBGE em 2012.[16] O artesanato também é uma das formas mais espontâneas da expressão cultural alvarenguense, sendo que, segundo o IBGE, as principais atividades artesanais desenvolvidas em Alvarenga são o bordado, a renda e trabalhos envolvendo materiais recicláveis.

    Atrativos e eventos

    Dentre os principais eventos realizados regularmente em Alvarenga, que configuram-se como importantes atrativos, destacam-se o Carnaval da cidade, o Alvarenga Folia, em fevereiro ou março, com desfiles dos blocos carnavalescos do município e espetáculos musicais com bandas regionais durante quatro dias de festas;[19] as festividades do aniversário de emancipação política, que é comemorado em 1º de março mas tem programação que envolve dias seguidos de espetáculos, concursos, eventos religiosos e inaugurações;[79][80] as comemorações da Festa de Nossa Senhora da Saúde, padroeira municipal, celebrada em maio;[17] as festas juninas, entre junho e julho, com apresentações de quadrilha, espetáculos musicais e barraquinhas com comidas típicas;[66] o Rodeio Country, normalmente realizado em julho.[66] O Desfile Cívico de 7 de setembro, em homenagem ao aniversário da Independência do Brasil; as festividades do Dia das Crianças, em 12 de outubro; e as comemorações de Natal e Ano-Novo.

    A Quadra Poliesportiva Pedro Marcelino de Souza foi inaugurada em 25 de setembro de 1983 e tem capacidade para cerca de 700 pessoas, sendo palco de eventos esportivos e festividades.[66] Os poucos remanprática do ecoturismo, ainda pouco explorado, através de passeios ecológicos e da atividade de ecologistas e ambientalistas

    1 História 2 Geografia 2.1 Relevo, hidrografia e meio ambiente 2.2 Clima 3 Demografia 4 Política e administração 5 Economia 6 Infraestrutura 6.1 Saúde e educação 6.2 Habitação e serviços básicos 6.3 Transportes 7 Cultura 7.1 Instituições culturais 7.2 Atrativos e eventos 7.3 Feriados 8 Ver também 9 Referências 10 Ligações externas

    Curso De Adestramento De Caes Alvaraes Am

    Sobre Cursos EAD

    Desde 2005, quando os diplomas de alunos formados em cursos a distância tornaram-se equivalentes aos de cursos presenciais, essa opção teve um forte crescimento. Atualmente, cerca de um milhão de alunos estão fazendo graduações nessa modalidade de ensino, em 108 instituições - a maioria privadas - credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC).

    Ao contrário do que muitos pensam, fazer curso a distância não é uma "moleza", embora ofereça maior flexibilidade do que um curso presencial. Na modalidade a distância, o interesse, o esforço e a disciplina do aluno são fatores essenciais para a um bom aproveitamento e conclusão do curso.

    Não há um modelo único de educação a distância. Os programas podem apresentar diferentes desenhos e múltiplas combinações de linguagens e recursos educacionais e tecnológicos. A natureza do curso é que irá definir a tecnologia e a metodologia: momentos presenciais (são obrigatórios por lei), estágios supervisionados, práticas em laboratórios de ensino, trabalhos de conclusão de curso, quando for o caso, tutorias presenciais e outras estratégias são adotadas.

    A maior parte dos cursos no Brasil funcionam com uma plataforma na internet, onde os alunos acessam as aulas e os conteúdos, complementada por apostilas ou livros impressos, e pólos presenciais que contam com professores tutores para tirar dúvidas. O sistema de avaliações muda bastante de instituição para instituição, mas 58% delas usam provas escritas presenciais.